‹ voltar



Ninguém consegue explicar os 64 misteriosos estrondos que se ouviram no céu este ano

n/d

No dia 14 de novembro, um forte estrondo foi ouvido em toda a região norte do estado do Alabama, nos Estados Unidos. Mas, só este ano, já se registaram 64 episódios semelhantes nos EUA, Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia.

As janelas das casas do estado do Alabama, nos EUA, foram abaladas por um ruído estrondoso no dia 14 de novembro. No entanto, a origem do fenômeno ainda não foi identificada.

Inicialmente, o National Weather Service, em Birmingham, colocou a hipótese de o som ter vindo de uma aeronave supersônica ou de um meteoro a quebrar a barreira do som – o que é consistente com a ocorrência da chuva de meteoros Leônidas, cujos picos aconteceram nos dias 17 e 18 deste mês.

No entanto, o porta-voz do Meteoroid Environment Office (MEO) da NASA, Bill Cooke, duvida da teoria de que o som teria sido causado por um meteoro da chuva Leônidas.

Ron Hranac, especialista em astronomia, explicou à CBS que, se os estrondos fossem realmente produzidos por um meteoro, não podiam ter relação com a Leônidas, porque os meteoritos desta tempestade são muito pequenos para chegar ao solo e produzir ruído de tal dimensão.

Cooke explicou ao ABC 3340 que o chamado Bama Boom poderia ter sido causado por uma aeronave  supersônica, uma explosão terrestre ou, até, um bólido – um grande meteoro que explode na atmosfera sem qualquer tipo de relação com a chuva Leônidas.

O estrondo foi registado pelo Lakeview Retreat, do U.S. Geological Survey’s. No entanto, os dados sísmicos sugerem que o boom não resultou de nenhum evento relacionado com atividade sísmica.

Segundo o Popular Mechanics, a fonte mais comum deste misterioso tipo de explosões sonoras são voos militares não anunciados em aviões supersônicos. O voo poderia ter sido a razão do forte estrondo ouvido, já que algumas pessoas associam este estrondo a um ‘boom sônico’. O ‘boom sônico’ é um som associado a ondas de choque criadas por um objeto que viaja pelo ar a uma velocidade mais rápida do que a velocidade do som. O som destes ‘boom sônicos’ são parecidos com o som de um explosão ao ouvido humano, uma vez que é criada uma quantidade significativa de energia sonora.

Embora as causas do som variem e ainda não esteja apurada a verdadeira causa, estes misteriosos booms estão a tornar-se cada vez mais frequentes. Segundo o Daily Mail, só em 2017 foram registados 64 sons nos EUA, Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia.

 

 

Fonte: https://zap.aeiou.pt/ninguem-consegue-explicar-os-64-misteriosos-estrondos-que-se-ouviram-no-ceu-este-ano-181247


Busca


Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017





Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol