‹ voltar



Profecia de Marie Julie Jahenny sobre a Missa Nova (Vídeo)

n/d

Marie Julie Jahenny, considerada uma das grandes místicas da Igreja, viveu toda uma vida de absoluto sofrimento e expiação dos pecados dos homens em uma pequena cabana situada na aldeia de La Faudrais, na região da Bretanha, oeste da França. Nasceu em 12 de fevereiro de 1850 e recebeu, a partir dos 23 anos e até a sua morte, ocorrida em 4 de março de 1941, os estigmas de Cristo em escala inimaginável na história humana: as cinco chagas nas mãos, pés e lado; as feridas da coroa de espinhos, as lacerações e feridas nos ombros pelo peso da cruz e as marcas da flagelação. 

Foi privilegiada com inúmeros e extraordinários dons sobrenaturais. Com grande precisão, previu as duas guerras mundiais, a eleição do Papa São Pio X, as perseguições à Igreja e os castigos advindos à humanidade por sua apostasia. Era dotada de faculdades sobrenaturais que incluíam a levitação, premonições, percepção dos pecados alheios e compreensão de cânticos sagrados e orações feitas em qualquer idioma. Por um longo período de cinco anos, a partir de 28 de dezembro de 1875, sobreviveu tendo como único alimento a Santa Eucaristia.

 


Busca


Segunda-feira, 23 de Julho de 2018





Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol