‹ voltar



Construção de cisterna de fibrocimento

(Extraído de: https://yvypora.wordpress.com/2010/08/15/agua-para-a-casa-da-montanha/ - Artigo: Água para a Casa da Montanha)

 

Para planejar uma cisterna devemos conhecer o clima e o regime de chuvas local- quando chove, quanto chove e principalmente qual o tempo de estiagem maior na região.  Com estes dados  ainda devemos levar em conta quem vai usar esta água…

Ou seja, o plano de cisterna deve considerar:

  • o consumo da casa = moradores x 150 litros/dia.

  • tempo maior de estiagem no local.

Na casa da Montanha somos 2 pessoas, usando em média 150litros/dia, o que dá um consumo diário de  300 litros. Pode-se dizer: vocês usam muita água… Bem, se estou usando água que cai do céu e tratando desta água ao devolvê-la à natureza, não há nenhum problema… O problema está em usar muito quando há pouco e principalmente em usar e devolvê-la SUJA à natureza!

Numa cisterna, tampa e fundo são feitas uma sobre a outra, para que fiquem do mesmo tamanho. A parede é um retângulo que unirá tais peças. Na foto abaixo, Bel e Mariani colocando a tela de pinteiro na tampa que está sobre a base.

Fazendo o piso da cisterna.Fazendo o piso da cisterna.

n/d

 

Seguindo nosso raciocínio: precisamos de 300 litros/dia de água. Na nossa região o máximo de dias sem chuva é de 20 dias ou seja , se estivéssemos lá todos os dias precisamos de uma reserva de 300 x 20= 6000 litros…O regime de chuvas aqui é perto de 1750mm/ano, ou seja, chove muito!

Mas como permacultores responsáveis e pensando que a água não é algo negociável na vida, planejamos fazer duas cisternas uma menor no leste da casa e outra, maior na parte oeste, bem perto da nossa zona 5.

Começamos fazendo a grande do lado oeste que irá captar água de 75% do telhado, para garantir autonomia com certa folga. Assim, nossa cisterna terá 3m de diâmetro, por 2 de altura, o que dá um volume de:

Vol = 1,5² x 3,1416 x 2 = 14,137m³ ou seja,  14.137 litros

NA foto abaixo a estrutura da cisterna sendo preparada para começar a receber a massa de cimento areia (2 de areia por 1 de cimento).

n/d

A água será captada diretamente do nosso telhado, por calhas galvanizadas (com o tempo pensamos em usar nossos bambus gigantes, mas como eles estão pequenos, optamos por este material). A água que vem da calha passa por um sistema que armazena e descarta as primeiras águas da chuva, que lavam o telhado. Assim, só vai para a cisterna a água limpa.

Nesta foto já começamos a colocar a massa. Como o trabalho deve ser em um dia, trabalham 2 ou 3 duplas.

n/d

Os passos para se fazer tal trabalho são:

– Fazer o contra piso nivelado, com uma base de brita e concreto por cima.

– O traço de toda a massa usada aqui na cisterna é de 2:1 ou seja, 2 de areia lavada e 1 de cimento. Este traço faz uma massa forte e hidrófuga, já que vai segurar a água da cisterna.

– a Malha POP comprada pronta faz a estrutura

– sobre esta malha se amarra tela de pinteiro, que será a base onde a massa irá se prender.

n/d

– sobre esta “jaula” começa-se a colocar a massa trabalhando em duplas: uma pessoa fica dentro, com uma peça de fórmica para amparar a massa que está sendo colocada, e outra por fora, colocando a massa. Este trabalho deve ser feito em um único dia, para montar uma única estrutura de cimento, sem emendas. Se houverem furinho, não tem problema, eles serão cobertos no dia seguinte.

n/d

– Depois de ter a primeira camada de massa colocada, que fica dura já em 24h, fazemos a segunda camada, que é com a mesma massa um reboco por dentro e outro por fora, cobrindo buracos e todo e qualquer parte do ferro da estrutura que estiver aparente. Estas camadas também devem ser feitas de uma única vez, num único dia.

n/d

– Colocamos flanges, torneiras e registros para as instalações.

n/d

Deixa-se curar 24h, protegendo do sol e se preciso molhando para ajudar neste processo. Em seguida já se enche para terminar a cura da massa com água. É normal nos primeiros dias a cisterna “chorar”, se houverem vazamentos maiores é preciso esvaziá-la, arrumar com a mesma massa e voltar a encher. As águas desta primeira enchida devem ser descartadas, pois tem forte gosto de cimento.


Busca


Sábado, 22 de Setembro de 2018





Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol