‹ voltar



Alterando o DNA dos animais: Peixe-frankenstein aprovado nos EUA

 

Artigo:

 

Peixe-frankenstein aprovado: o FDA permitiu que o Salmão fruto de bioengenharia seja importado pelos EUA

O salmão geneticamente modificado está a um passo mais perto de alcançar os pratos dos consumidores americanos. A Food and Drug Administration (FDA) suspendeu nesta sexta-feira um alerta de importação que impedia que os salmões geneticamente modificados - chamados ‘Frankenfish’ por alguns críticos - entrassem nos Estados Unidos, anunciou a agência em um comunicado à imprensa.

A mudança acontece apesar de um processo que questiona a aprovação original do peixe pela FDA.

Uma foto fornecida pela AquaBountyTechnologies mostra um salmão juvenil criado no incubatório da empresa em Fortune, Prince Edward Island, Canadá.Uma foto fornecida pela AquaBountyTechnologies mostra um salmão juvenil criado no incubatório da empresa em Fortune, Prince Edward Island, Canadá.Foto: AquaBountyTechnologies via AP Em 2015, o AquAdvantage Salmon da AquaBounty Technologies se tornou o primeiro animal geneticamente modificado aprovado pela FDA para consumo humano. No entanto, o Congresso impediu que o FDA permitisse que o peixe fosse vendido nos Estados Unidos até que diretrizes para divulgar que um alimento havia sido geneticamente modificado fossem implementadas.

No anúncio na sexta-feira, a FDA disse que o Congresso determinou que o Departamento de Agricultura dos EUA estabelecesse padrões para divulgar se um alimento é fabricado por bioengenharia, e a FDA não tinha mais autoridade para emitir orientações sobre rotulagem sobre o assunto.

Ele disse ainda que, quando o Departamento de Agricultura emitiu regulamentações no final de 2018 exigindo que alimentos humanos contendo salmão geneticamente modificado tivessem rótulos indicando que ele é bioengenharia, a exigência do Congresso foi cumprida. Ao levantar o alerta, a FDA está permitindo que os ovos de salmão AquAdvantage sejam importados para uma instalação em Indiana, onde os ovos podem ser transformados em peixes para alimentação.

O peixe é o salmão do Atlântico modificado com DNA de outras espécies de peixes, de modo que ele atinja o peso de mercado em 18 a 20 meses, em vez dos 28 a 36 meses que o salmão convencionalmente criado exige. Em sua descoberta de 2015, a FDA disse que o salmão é seguro para comer e que o material genético adicionado ao genoma do peixe é seguro para o animal.

Os salmões são criados para serem fêmeas e estéreis e são criados em tanques, informou a AP, medidas destinadas a responder a quaisquer receios de que os peixes possam entrar no ambiente e reproduzir-se com peixes selvagens.

A CEO da AquaBounty, Sylvia Wulf, disse que a empresa espera obter uma certificação final para sua instalação em Albany, Indiana, nas próximas semanas. Ela disse que o salmão já foi vendido em quantidades limitadas no Canadá, onde não precisa ser rotulado como geneticamente modificado.

Wulf disse à AP que ela não espera que o processo pendente apresentado por uma coalizão de grupos de defesa do consumidor, ambiental e de pesca afete os planos americanos da empresa.

George Kimbrell, diretor jurídico do Centro de Segurança Alimentar, um dos grupos que processam o FDA, disse que os testes da empresa mostram que não tem 100% de certeza de que o peixe seria estéril, e preocupações com a entrada no meio ambiente aumentariam se as operações do AquaBounty foram se expandir.  ‘Acreditamos que, no nosso caso, um remédio impediria a venda dos peixes antes que eles pudessem ser vendidos’, disse Kimbrell à AP.

Salmões geneticamente modificados! BEURKKK!

 

Fonte: http://strangesounds.org/2019/03/genetically-modified-salmon-allowed-usa-fda.html

 


 

‘Disse também Deus: ‘Fervilhem as águas um fervilhar de seres vivos e que as aves voem acima da terra, sob o firmamento do céu!’ E assim aconteceu. Dessa forma, Deus criou os grandes animais aquáticos e os demais seres vivos que povoam as águas, em conformidade com suas muitas espécies; e todas as aves, também de acordo com suas espécies. E observou Deus que isso era bom. (Gênesis 1, 20-21)

 

Nota do site: Alterar as espécies que Deus colocou na Terra, seja de animais ou de plantas, se tornou algo decretado pela Ciência nestes finais de tempos. Várias espécies estão recebendo alteração em seu DNA e perdendo suas características originais criadas por Deus. A obra de Deus está sendo alterada. Os seres que não estão sendo dizimados, extintos, estão sendo alterados geneticamente. Quem grita contra isto? Quem se levanta contra esta adulteração na natureza? Aquilo que Deus considerou bom o homem crê, na sua arrogância, poder fazer melhor? Não estará ele cometendo um grave pecado?

A co-responsabilidade

Usando o argumento de estar providenciando mais comida para a humanidade, o homem esconde sua real intenção, que é movida pela ganância, buscando um lucro maior por uma produção mais acelerada. É isso que vemos. E é com isso que compactuamos a cada vez que consumimos aquilo que não faz parte da criação original de Deus. Este processo só dá certo porque lá na ponta existe um consumidor final, que com seu dinheiro compra este produto, então todos têm responsabilidade e serão cobrados por Deus quando comparecerem diante d’Ele, em diferentes níveis, mas serão. Tanto o cientista, que vem trabalhando no projeto de alteração genética, e usou sua inteligência para perverter a criação divina, quanto aquele que contribuiu para que esta engrenagem continuasse girando, que é aquele que ‘aceita’ este alimento adulterado em sua mesa pois o comprou e, assim, avalizou a ideia quando decidiu consumir aquele item.

Tenho certeza que muitos não tinham pensado nisto. Mas é bom pensar. E reavaliar a nossa coerência quando ficamos sabendo da verdade.

 

Quando ledes os relatos da Torre de Babel, dais-vos conta de que Deus não deteve o homem, mas antes lhe permitiu que exercesse o seu livre arbítrio, até que o próprio homem recebeu o que tinha gerado. Assim ocorre no momento presente, o homem não se contenta com criar a vida, com clonar. Trabalha neste momento a manipulação genética para criar monstros, não se contenta com sulcar o universo, a ambição será a própria punição do homem.’ (Virgem Maria a Luz de Maria, em 09-09-2015)   

 

Por conta dos pecados humanos, mas também por causa de tantas transgressões contra a Natureza e contra os animais, é que vemos a mesma Natureza se rebelar e violentamente se manifestar causando tanta dor e sofrimento ao homem.

 

A Natureza cresce em angústia e se joga sobre o homem que a desconhece, já que trabalha e atua contra o Querer Divino. Em um momento padece um país, em outro momento outro país. A terra se estremece e o fogo assoma pelos vulcões, o vento se intensifica e causa fenômenos que o homem não tinha visto antes, e o homem a tudo ignora. Para o homem é um momento, e logo, associado ao pecado, se entrega à depravação. (Jesus Cristo a Luz de Maria, em 06-05-2015)


Busca


Domingo, 26 de Maio de 2019





Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol