‹ voltar

'Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.' (Isaías 55, 6)


Fazendo compromissos com Deus

n/d

A grande maioria da humanidade vive uma vida sem qualquer compromisso com Deus. Você será um deles?

Olhe o que Nossa Senhora disse:

Muitos hão de arrepender-se da vida transcorrida sem Deus, mas será tarde. Eis que o Senhor vos oferece a grande oportunidade de vos converterdes. Avante! Não cruzeis os braços! (N. Srª. Rainha da Paz – Anguera/BA, em 16-01-1996)

‘Dizei a todos que este é o tempo favorável à conversão. Chegará o dia em que muitos hão de arrepender-se da vida transcorrida sem Deus, mas será tarde. O que tendes a fazer não deixeis para o amanhã.’ (N. Srª. Rainha da Paz – Anguera/BA, em 04-08-2005)

‘Queridos filhos, tenho vos chamado há séculos, mas vós ainda estais afastados. Este é o momento em que desejo dizer-vos: Voltai, voltai, voltai. Brevemente muitos hão de arrepender-se da vida transcorrida sem Deus, mas será tarde.’ (N. Srª. Rainha da Paz – Anguera/BA, em 23-06-1992)

'Não quero forçar-vos a nada, mas vós não podeis ficar estacionados no pecado. Sabei que este é o tempo oportuno para vos converterdes.' (N. Srª. Rainha da Paz – Anguera/BA, em 1º-02-2003)

O que adiantará estar arrependido quando mais nada poderá ser feito para reverter todo o seu passado de erro e de distanciamento de Deus?

Você já parou para pensar em qual e como será a dor e o sofrimento que passa a viver uma alma quando cai no inferno e sabe que, mesmo que agora venha a estar arrependida, NUNCA MAIS sairá de lá?

 

Não duvide de que sua alma irá para o inferno se você não se converter

Há mais de 100 anos, em 13 de julho de 1917, Nossa Senhora de Fátima mostrou aos três pastorinhos Lúcia, Francisco e Jacinta, na Cova da Iria (Portugal), uma visão do inferno que mostra as trágicas consequências que traz a falta de arrependimento e o que os espera, no mundo invisível, aos que não se convertem.

Na visão, mostrada na terceira aparição de Fátima, forneceu aos pequenos um segredo em três partes. Na primeira parte do segredo, o inferno foi mostrado às crianças, e Nossa Senhora deu às crianças uma maneira de ajudar os outros para que não se condenem; ela ensinou: ‘Sacrificai-vos pelos pecadores e dizei muitas vezes e em especial quando fizerdes alguns sacrifícios: ‘Ó Jesus, é por Vosso amor, pela conversão dos pecadores e em reparação pelos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria’

No livro 'A verdadeira história de Fátima', do Pe. João de Marchi, relata-se como o pai da pastorinha Jacinta, Manuel Pedro Marto, presenciou o ocorrido na Cova da Iria naquele dia. Recordou que ‘Assustados, pálidos e como que a pedir socorro, os pequenos levantaram a vista para Nossa Senhora, enquanto a Lúcia gritou: ‘Ai, Nossa Senhora!'.

Mais tarde, a pedido do Bispo de Leiria, Lúcia descreveu a visão em suas 'Memórias':

'Ao dizer estas últimas palavras, abriu de novo as mãos, como nos dois meses passados. O reflexo pareceu penetrar a terra e vimos como que um grande mar de fogo. Mergulhados nesse fogo, os demônios e as almas, como se fossem brasas transparentes e negras ou bronzeadas, com forma humana, que flutuavam no incêndio, levadas pelas chamas que delas mesmas saíam juntamente com nuvens de fumo, caindo para todos os lados, semelhante ao cair das fagulhas nos grandes [incêndios], sem peso nem equilíbrio, entre gritos e gemidos de dor e desespero que horrorizava e fazia estremecer de pavor (deveu ser ao deparar-me com esta vista que dei esse ai! que dizem ter-me ouvido). Os demônios distinguiam-se por formas horríveis e asquerosas de animais espantosos e desconhecidos, mas transparentes como negros carvões em brasa. Assustados e como que a pedir socorro, levantámos a vista para Nossa Senhora, que nos disse com bondade e tristeza: ‘Vistes o inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores; para as salvar, Deus quer estabelecer no mundo a devoção a Meu Imaculado Coração. Se fizerem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz'.

Em seguida, depois da visão, Maria lhes indicou a oração essencial para ajudar os pecadores: 'Quando rezais o Terço, dizei depois de cada mistério: ‘Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu, principalmente aquelas que mais precisarem'.

Pe. de Marchi assinalou que as crianças compreenderam por que a Virgem de Fátima pediu para rezar e fazer sacrifícios pelos pecadores: 'Façam isso', dizia a Senhora. 'É uma coisa grandiosa, boa e amorosa e agradará a Deus que é amor'.

 

Tendo em mente algumas verdades

Saiba que:

  1. O arrependimento NÃO possibilitará nenhuma mudança em sua situação espiritual SE ELE OCORRER APÓS SUA MORTE.

  2. Deus quer que você se salve. Mas, para você se salvar, é imprescindível VOCÊ se converter, ou seja, só depende de você‘Não sinto prazer com a morte de quem quer que seja. Oráculo do Senhor Javé! Convertei-vos e vivereis’ (Ez 18,32).

  3. Sem se esforçar, não se vai a lugar nenhum. Portanto, modifique-se agora. Não fique parado achando que vai ser digno de entrar no céu sem ter feito uma boa conversão, sem oração, sem ter feito obras de caridade e amor e sem ter trabalhado pelo Reino de Deus! Lembre-se da passagem do Evangelho que fala que a ‘porta é estreita’.

‘Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.’ (Mateus 7:13,14)

Essa estreiteza traz em si o significado de que precisaremos nos ‘ajustar’ ao tamanho desta porta que conduz à Vida eterna, se quisermos estar com Jesus Cristo em Seu Reino, ajustando nossa conduta. As duas portas são figuras construídas para apresentar-nos as duas possíveis opções de escolha das almas: uma vida folgada, onde vivemos de forma solta, espaçosa, sem limites, sem restrições, sem contenções de qualquer ordem moral ou espiritual, ou uma vida regrada pela Lei de Deus, onde há um marco delimitatório ao qual devemos nos ajustar. Também, neste caso, ajustar-se significa desprezar o que nos faria grandes aos olhos do mundo, e tornarmo-nos pequenos, desapegados materialmente, humildes, para podermos passar por aquele espaço tão diminuto, que é essa porta estreita mencionada na passagem bíblica.  

Na aparição de outubro de 1917, a Virgem Santíssima mostra-se triste diante da ingratidão do gênero humano por haver se distanciado do amor de Deus e pela consequente indiferença para com a Sua misericórdia, ferida pela falta de emenda de vida. Ela disse aos Pastorinhos: ‘É preciso que se emendem, que peçam perdão dos seus pecados. E tomando um aspecto mais triste: ‘Não ofendam mais a Deus Nosso Senhor que já está muito ofendido’’ (In Memórias da Ir. Lúcia pp. 181).

‘Fazei penitência, pois o Reino dos céus está próximo’ (Mt 4,17)

 

Comprometimento com aquilo que realmente importa

Não conhecemos ninguém que não tenha algum tipo de compromisso com o mundo. A vida nos impõe alguns e nos apresenta outros, e todas as pessoas, sem exceção, se comprometem com alguma coisa do mundo: ou a família, trabalho, estudos... ou todos estes juntos... Damos a estas atividades o nosso tempo, a nossa energia, os nossos recursos... E a vida vai passando assim. MAS PARA DEUS a grande maioria nunca têm nem tempo, nem disposição de fazer, muito menos recursos financeiros para ofertar... PARA DEUS NÃO TEMOS, mas para o mundo... temos e damos-lhe tudo. 

Você já parou para pensar que durante todo este tempo de sua vida você NÃO se comprometeu com aquilo que realmente importa para sua alma?

‘Porque todas estas coisas os gentios procuram. Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.’ (Mateus 6:32,33)

Pare para pensar no que sobrará no final de sua vida, caso não seja alguém ligado a Deus até o momento em que lê este texto. Pense que um dia estará absolutamente sozinho, tudo aquilo que teve lhe será levado: seu trabalho terminará, seus estudos se encerrarão, seus entes queridos serão levados pela morte... Tudo aquilo para o qual você canalizou seus afetos, bens, recursos e seu tempo deixará de existir; SÓ DEUS PERMANECE PARA SEMPRE.

Pense no que ocorrerá se você, durante este breve período vivido na Terra, não tiver usado seu tempo para estabelecer uma forte conexão de amor com Seu Criador? Uma ligação profunda com Aquele que é Amor absoluto e Justiça perfeita, e que julgará com Justiça a cada um, para dizer quem haverá de ser digno de viver pela eternidade em Sua companhia, ou não. Como poderá querer viver com Deus pela eternidade aquele que rompeu os vínculos de amor estabelecidos entre Criador e criatura, vínculos criados desde o momento em que sua alma foi formada pelas mãos do Altíssimo, e deu as costas à Deus durante toda a sua vida na Terra?

De que lhe valerá conquistar o mundo se perder sua alma?

‘Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?’ (Marcos 8:36)

Esta na hora de estabelecer compromissos com Deus. Estabelecer metas e cumpri-las com fidelidade, porque você, que ainda não é convertido, é o trabalhador da última hora, aquele que estava sem fazer nada mas foi chamado para trabalhar na vinha do Senhor já quase ao final do dia. Este trabalhador sabia que não teria muito tempo para trabalhar, portanto teria que ir rápido e fazer o seu melhor se quisesse receber alguma paga. Você é este trabalhador.

Mesmo que tenha ficado quase que sua vida inteira afastado de Deus, ainda assim, há tempo para vir e trabalhar.

‘Queridos filhos, sou a Rainha da Paz. Venho até vós para oferecer-vos a graça da paz e do amor. Peço-vos que sejais construtores da paz, para que a humanidade viva mais próxima de Deus. Não quero que nenhum dos Meus filhos viva distante de Deus e da Sua Paz. Meu Filho Jesus Cristo, o Príncipe da Paz, deseja reinar no mundo e no coração dos homens. Abraçai a Paz que o Senhor vos oferece. Chegará o dia em que muitos hão de arrepender-se da vida transcorrida sem Deus, mas será tarde. Convertei-vos depressa. Dias de grandes tribulações se aproximam. Rezai. Sem a força da oração não sereis capazes de suportar aquilo que há de vir. Não recueis. Eis que o Senhor vos espera. Voltai-vos a Ele. Quem está com o Senhor e vive na Sua Graça experimentará a grande vitória com o Triunfo do Meu Imaculado Coração. Avante sem medo. Esta é a mensagem que hoje vos transmito em nome da Santíssima Trindade. Obrigada por Me terdes permitido reunir-vos aqui por mais uma vez. Eu vos abençôo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Ficai em Paz.’ (Nossa Srª Rainha da Paz, Anguera/BA, em 01-01-2003)

‘Queridos filhos, sede fortes nas tentações. Buscai forças na Eucaristia e na Palavra de Deus para poderdes vencer o demônio. Eu quero ajudar-vos, mas vós não podeis ficar de braços cruzados. Quando vos sentirdes sem ânimo para a oração, chamai por Jesus; Ele é a vossa força e sem Ele nada podeis fazer. Não fiqueis no pecado. Arrependei-vos para viverdes na Graça de Deus. Peço-vos que vivais as Minhas Mensagens. O que vos falo é a Vontade de Deus para vossas vidas. Não cruzeis os braços. Encorajai-vos e assumi o vosso verdadeiro papel de Filhos de Deus. Avante sem medo. Esta é a mensagem que hoje vos transmito em nome da Santíssima Trindade. Obrigada por Me terdes permitido reunir-vos aqui por mais uma vez. Eu vos abençôo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Ficai em paz.' (Nossa Srª Rainha da Paz, Anguera/BA, em 11-01-2003)

 

Quais devem ser os meus compromissos para com Deus?

Seria mesmo impossível para o homem procurar ler a ‘mente’ de Deus para procurar descobrir o que Ele deseja do gênero humano, CASO ELE MESMO NÃO O TIVESSE FEITO SABER. Felizmente, Deus se manifestou e deixou expresso o que Ele espera de nós: apresentou Sua Lei Eterna e Imutável para ser vivida por cada homem que nascesse nesta Terra. Por conseguinte, o primeiro compromisso de cada ser humano que aqui nasce é o de observar e cumprir esta Lei, que são os Mandamentos de Deus contidos na Sagrada Escritura.

Um outro compromisso que você terá que fazer é o de rejeitar tudo aquilo que é mundano.

'Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.' (1 João 2:15-16)

O compromisso de aceitar JESUS, O FILHO DE DEUS, como nosso Redentor e Salvador é imprescindível para quem deseja sair do pecado e tornar-se uma nova pessoa, com a Graça do Espírito Santo.

‘Pois Deus amou de tal modo o mundo que entregou o seu Filho único [Jesus Cristo], para que todo o que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna.’ (João 3:16)

Jesus disse: ‘Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim’ (João 14:6).

A Bíblia diz em Romanos 10:9, ‘Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo’.

‘…lava os teus pecados, invocando o nome dele.’ (Atos 22, 16)

‘As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da minha mão.’ (João 10, 27-28)

 

A Fé, sem obras, é morta

Comprometa-se com Deus para trabalhar na Sua Vinha. Está escrito na Sagrada Escritura: ‘por seus frutos os conhecereis...’ (Mt 7, 16) Então comece a dar ‘frutos’ para Deus, e esses frutos são obras, realizações.

'Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.' (Mateus 7:17-20)

Cada dia é uma oportunidade única (e irrecuperável, caso seja desperdiçada!) que está lhe sendo oferecida para sua conversão. Não deixe passar o dia de hoje. Poderá não haver o dia de amanhã para você... já que nunca saberemos quando seremos chamados por Deus para comparecer diante de Seu Tribunal.

Então...

‘Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno, os seus pensamentos e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar.’ (Isaías 55:6-7)

 


Busca


Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019







Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol