‹ voltar

"Que será pois, o dia do Senhor senão um dia de trevas, e não de claridade, e que haverá nele senão escuridão, e não luz?" (Amós 5, 20)


Velas de cera de abelha abençoadas para os Três Dias de Trevas

 

Nas Escrituras, encontramos muitas referências a dias de escuridão:

“E o Senhor disse a Moisés: Estendam as mãos para o céu; e que haja na terra do Egito trevas, tão espessas que possam ser sentidas. E Moisés estendeu a mão para o céu; e houve trevas horríveis em toda a terra do Egito por três dias. Ninguém viu seu irmão, nem saiu do lugar onde estava; mas onde quer que os filhos de Israel habitassem havia luz. ” (Êxodo 10, 21-23)

“Eis que chegará o dia do Senhor, um dia cruel e cheio de indignação, e de ira e fúria, para deixar a terra desolada e destruir dela os pecadores. Para as estrelas do céu, e seu brilho não exibirá sua luz: o sol se escurecerá ao nascer dele, e a lua não brilhará com sua luz. E visitarei os males do mundo, e contra os ímpios por sua iniqüidade; e farei cessar a soberba dos infiéis, e derrubarei a arrogância dos poderosos. ” (Isaías 13, 9-11)

“Mostrarei maravilhas no céu e na terra, sangue, fogo e ondas de fumaça. O sol se converterá em trevas e a lua em sangue antes da vinda do grande e terrível dia do SENHOR.” (Joel 2, 30-31)

“Imediatamente após a tribulação daqueles dias, o sol se escurecerá, e a lua não lhe dará luz, e as estrelas cairão do céu, e os poderes dos céus serão abalados:” (Mateus 24, 29)

Também, vários profetas e videntes católicos anunciaram os Três Dias de Trevas, entre eles: São Gaspar de Búfalo (Itália), Beata Anna Maria Taigi (Itália), Beata Elizabeth Canori-Mora (Itália), Beata Maria de Jesus Crucificado (Israel), Marie-Julie Jahenny (França), Alois Irlmaier (Alemanha), Padre Pio de Pietrelcina (Itália), Patrícia Talbot (Equador), Pedro Régis (Brasil), Verônica Lueken (EUA), Rosa Quattrini (Itália), Irmã Elena Aiello (Itália), etc.

Algumas destas revelações:

“Só as velas benzidas alumiarão/acenderão. Uma destas velas bastará para cada casa durante os três dias de trevas. Não alumiarão/acenderão na casa dos ímpios e blasfemos.” (Revelações de Jesus a Marie-Julie Jahenny, em 27-05-1880)

n/d“Acenda velas de cera de abelha abençoadas; nada mais queimará, mas as velas não se extinguirão uma vez acesas. Nada irá apagá-las nas casas dos fiéis, mas elas não queimarão nas casas dos ímpios.” (Revelações de Jesus a Marie-Julie Jahenny, em 15 de junho de 1882)

”Recitai a Ladainha do Sagrado Coração de Jesus, da Santíssima Virgem Maria, de São José; o padroeiro das famílias cristãs e da boa morte. Tão somente velas bentas darão claridade neste tempo de trevas.” (Jesus Cristo a São Pio de Petrelcina, em Junho de 1960)

“Será impossível usar qualquer iluminação artificial durante essa escuridão, exceto velas abençoadas.” (Visões proféticas da Bem-aventurada Anna Maria Taigi)

“Apenas as velas de cera benta darão luz durante essa terrível escuridão. Uma vela só bastará para a noite, dessa noite de inferno… Nas casas dos ímpios e dos que blasfemam estas velas não darão nenhuma luz”. (Nossa Senhora a Anna Maria Taigi, em 8-12-1882)

“(...) Chegará o dia em que a terra será envolvida em densas trevas. Os homens gritarão por socorro e não saberão para onde ir. Será um tempo doloroso para os Meus pobres filhos. (...)”  (Mensagem nº 3.186, de Nossa Senhora Rainha da Paz (Anguera-Bahia-Brasil) a Pedro Régis - Julho de 2009)

“Mantenha sempre perto seus objetos de proteção, suas velas abençoadas, suas medalhas e outros objetos dos quais fluem todas as bênçãos do Céu, bênçãos de proteção, bênçãos de todos os favores celestiais, bênçãos que mantêm longe (de você) os gritos de Satanás correndo através do ar e da terra, bênçãos que acalmarão a tempestade desencadeada pelas vozes luciferianas.” (Nossa Senhora a Anna Maria Taigi em 8-12-1882)

 

Em preparação para estes tempos, devemos armazenar tudo aquilo que o Céu nos indica como meios de proteção e de bênção para podermos sobreviver àquilo que está por vir. E as velas de cera abençoadas são um item necessário para passarmos os Três Dias de Trevas. O dia de Nossa Senhora da Candelária, pela tradição, é o verdadeiro dia em que Nossa Senhora pediu que se abençoassem as velas para os Três Dias de Trevas.

Para aqueles que desejarem adquirir estas velas, informamos que elas são produzidas e vendidas pelo Padre Paulo Renato Dornelles(*). Para adquiri-las, falar diretamente com o Pe. Paulo Dornelles pelos telefones: (051) 99641-0272 e (051) 98199-7536.

Veja o vídeo abaixo:

 

(NOTA IMPORTANTE: Este site presta apenas um favor aos interessados em adquirir as velas abençoadas divulgando onde poderão encontrar aquele item, dada a importância que se lhe atribui o próprio Céu, desejando que todos os fiéis possuam esta imprescindível fonte de iluminação, num momento em que todas as demais estarão inviabilizadas. Enfatizamos que este site não comercializa qualquer produto nem obtem vantagem sobre qualquer comercialização de item aqui indicado.)    

 

(*) Quem é Doutor Padre Paulo Dornelles: É Sacerdote, Doutor em Direito Canônico e com Licenciatura Plena em Filosofia e Teologia. Licenciatura Plena em Filosofia pela FAFIMC (Faculdade de Filosofia Nossa Senhora da Imaculada Conceição) do Seminário Maior de Viamão, RS; Licenciatura Plena em Teologia, pela PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica). Ordenado em 21-11-1981, na cidade de Estrela-RS. Bacharelou-se em Direito, pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), em Canoas/RS; advogado inscrito na OAB, sob n. 47.876, Secção-RS; diplomou-se na Escola Superior de Magistratura do RS. ​Possui Mestrado em Direito Canônico, pela Universidade Gregoriana em sua filial do Rio de Janeiro. Laureado em Utroque Iure, defendendo a Tese, "Vias de relacionamento entre os Sistemas Jurídicos Brasileiro e Eclesiástico", obtendo Suma cum Laude, pela Universidade Lateranense, em Roma. Diploma reconhecido no Brasil pela UFRGS, com o Título de Doutor em Direito. Por cerca de 15 anos, atuou como Juiz Eclesiástico no Tribunal de Porto Alegre. Foi Professor na PUC-POA e no Instituto Superior de Direito Canônico do Rio. Foi Pároco em várias paróquias do interior e da Capital.

 

“Que será pois, o Dia do Senhor senão um dia de trevas, e não de claridade, e que haverá nele senão escuridão, e não luz?” (Amós 5, 20)


Busca


Sábado, 14 de Dezembro de 2019







Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol