‹ voltar

E farei aparecer prodígios em cima, no céu; e sinais em baixo na terra, sangue, fogo e vapor de fumo. (Atos 2, 19)


CONTRIBUIÇÃO - Sinais estranhos no céu do Brasil e do mundo - Por que devemos estar atentos a eles?

n/d

Muitos sinais estranhos vêm aparecendo no céu há algum tempo. Desde que foram criados, Deus determinou que os céus seriam o local onde seriam apresentados, quando chegasse a hora, os sinais e maravilhas operados pelo próprio DEUS. Sem dúvida, o céu é o ‘quadro de avisos’ de Deus.

E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. (Gênesis 1, 14)

Ele salva, livra, e opera sinais e maravilhas no céu e na terra; ele salvou e livrou Daniel do poder dos leões. (Daniel 6, 27) 

Os céus são os céus do Senhor; mas a terra a deu aos filhos dos homens. (Salmos 115, 16)

 

A observância e a confiança nos sinais

Foi um sinal que fez os reis magos identificarem, a partir de uma estrela no céu, que o nascimento do salvador esperado iria ocorrer na Terra e que era a hora de partirem em viagem. O monitoramento dos corpos celestes já vinha ocorrendo de geração em geração por aquele povo fiel e atento aos sinais de Deus, com base nos avisos da Sagrada Escritura. Estarem atentos aos sinais nos céus foi decisivo para os fazerem empreender uma viagem de nove meses, guiados unicamente por uma estrela, para chegarem ao destino, que era o local do nascimento de Jesus.

E, tendo nascido Jesus em Belém de Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém, dizendo: Onde está aquele que é nascido rei dos judeus? porque vimos a sua estrela no oriente, e viemos a adorá-lo. (Mateus 2, 1-2)

 

Os sinais no tempo presente

Pois para o momento presente, também Deus designou sinais, que marcariam acontecimentos espirituais importantes para a humanidade. Estes são os chamados ‘sinais dos tempos’, pois marcam a chegada dos dias de cumprimento de julgamentos e juízos da parte de Deus, no tempo da Grande Tribulação, período aflitivo que antecede à volta de Jesus Cristo e onde ocorre o julgamento final de Deus.

n/d

O reconhecimento dos sinais dos tempos é algo tão importante e necessário de ser feito, que vemos isto expresso na passagem bíblica em que Jesus, por analogia, compara o reconhecimento do tempo de cada dia com o reconhecimento dos sinais que deveriam apontar, no futuro, para o tempo em que ocorreriam os acontecimentos que estavam naquele momento sendo preditos por Ele.

E, na passagem bíblica que narra este fato, Jesus deixa evidente que quem sabe discernir o céu para prever eventos climáticos também teria condições de discernir os sinais que estariam no céu marcando eventos espirituais e físicos, quando chegasse a hora.

E, chegando-se os fariseus e os saduceus, para o tentarem, pediram-lhe que lhes mostrasse algum sinal do céu. Mas ele, respondendo, disse-lhes: Quando é chegada a tarde, dizeis: Haverá bom tempo, porque o céu está rubro. E, pela manhã: Hoje haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. Hipócritas, sabeis discernir a face do céu, e não conheceis os sinais dos tempos? (Mateus 16:1-3)

n/d

E quais sinais se referia Nosso Senhor? Entre outros, se referia a ‘grandes sinais no céu’.

E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais no céu. (Lucas 21, 11)

 

 

n/d

Como serão interpretados os sinais

Para aqueles que são cristãos, há significado nestes sinais, porque estão atentos ao que diz a Palavra de Deus.

Mas para aqueles que estão distantes de Deus, estes sinais serão vistos apenas como acontecimentos da ordem da natureza, eventos comuns que, conforme acreditam, tendem a ocorrer de tempos em tempos em maior ou menor grandeza, mas seriam algo natural, e portanto, não mereceriam fazer com que se perdesse o sono por eles.

E, para ainda mais fazer os ‘distantes’ deitarem sua cabeça sobre o travesseiro à noite, sem questionamentos nem análise profunda (o qual os levaria a saírem da ‘zona de conforto’ que adquiriram ao escolherem fechar olhos e ouvidos para os sinais destes tempos!), aparece aí a Ciência, a quem cabe achar razões para explicar e dar causa a toda ocorrência, tanto as passadas, quanto as atuais, e também as que estão para ocorrer no futuro.

E, ao explicar (ou tentar!), a Ciência emite uma declaração não expressa – mas implícita! – que é a seguinte: a Ciência e as informações dela advindas prevalecem com relação a qualquer explicação com base na fé que venha da parte de quem crê em Deus, e, por conseguinte, equivale a dizer que o homem teria mais conhecimento do que Deus sobre tudo que há e que ocorre na Terra, no céu e no universo, e de suas causas e efeitos. Isto por si só já é uma blasfêmia impetrada contra o Criador de todas as coisas.

Vereis no Céu grandes sinais, grandes sinais que jamais haveis visto e estes dar-se-ão um após o outro. (Nossa Senhora à Luz de Maria, em 03-06-2016)

n/d  

O Sinal do Filho do Homem

Haverá também, depois dos dias de Tribulação, um sinal especial no céu. Especial porque marcará a aparição da Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, e que é conhecido como o sinal do Filho do homem.

Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. (Mateus 24, 30)

No céu estará o indicador de que Jesus Cristo, nosso salvador, estará vindo em glória, e ‘todo olho o verá’. E este evento já tinha sido anunciado pelos anjos.

 

Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir. (Atos 1, 11)

Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. (Apocalipse 1, 7)

E a vós, que sois atribulados, descanso conosco, quando se manifestar o Senhor Jesus desde o céu com os anjos do seu poder. (2 Tessalonicenses 1:7)

 

Este sinal virá no final da Tribulação, e não deve ser confundido com nenhuma manifestação espetacular (=show holográfico midiático, para apresentar falsos sinais do anticristo) que possa porventura vir a ser produzida para enganar os cristãos que esperam a segunda vinda de Jesus. Aqui há que se ter discernimento para não sermos enganados.

n/d

O que os sinais neste momento querem nos dizer ou nos avisar, afinal?

Esta pergunta passa a ser respondida pelo próprio Céu, esclarecendo a todos acerca do assunto:

Amadíssimos filhos, este período abriu as portas da Grande Tribulação; esta, com os seus sinais, mostra-se abertamente a todos os homens e ainda assim continuais surdos, cegos e mudos como criaturas que ignoram os Desígnios Divinos e sobretudo que ignoram que a Casa Paterna não age sem primeiro avisar as suas amadas criaturas humanas. (...) É UM MOMENTO DE DECISÃO E A BATALHA ENTRE O BEM E O MAL É FORTE, só que o homem no âmbito do caminhar mundano, deixa passar despercebidos todos os sinais, encara-os como algo normal e o Meu Filho pede-vos que vejais os sinais deste tempo, antecipando o futuro, será o mais sangrento que viverá esta geração, que nega a si própria a salvação da alma. (Virgem Maria, em 23-02-2014)

A natureza alertará o homem com mudanças repentinas e grandes eventos que nunca antes foram vividos. Então chegará o grande impostor sem que a Humanidade o entenda, nem o reconheça, dada a distância que mantém com o Céu. A maçonaria, os illuminati, o comunismo, os economicamente poderosos, elegerão como rei o engendro do mal. (Virgem Maria em 03-06-2016)

Não permitais que o maligno vos distraia, este mantém as suas milícias na Terra tentando-vos constantemente para que vos distraiam com o que mais danos vos causará espiritualmente, para que a cada momento vos fecheis mais ao acontecimento dos eventos reais que vos afirmam os sinais destes momentos. (Virgem Maria, em 20-05-2017)

 

Resumindo: os sinais estão marcando o início de uma grande perseguição sangrenta (física e espiritual), onde cada um deve se preparar AGORA se convertendo e também se preparando para enfrentar provações que poderão envolver, inclusive, morrer por Nosso Senhor Jesus Cristo, se este for o desígnio de Deus.

Ninguém é digno de Mim, até que o demonstre na provação, no crisol. Os falsos cristãos serão expostos perante as provações que se avizinham. (Jesus Cristo, em 14-01-2013)

 

Assim, a cada vez que você olhar para o céu, agradeça a misericórdia que Deus nos manda, pois ainda continuarão a ocorrer sinais estranhos e acontecimentos prodigiosos porque DEUS quer acordar aqueles que dormem, e suscitar uma fé mais robusta e uma entrega perfeita naqueles que já estão vigilantes.

 

 

Contribuição: Site Mulhervestidadesol


Busca


Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017





Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol