‹ voltar

"Lançarás muita semente ao campo; porém colherás pouco, porque o gafanhoto a consumirá." (Deuteronômio 28, 38)


"EIS QUE VÊM DIAS, DIZ O SENHOR DEUS, EM QUE ENVIAREI FOME SOBRE A TERRA" (Amós 8, 11-12) Nuvem de gafanhotos passa por cidades da América do Sul causando destruição

 

Paraguai e Argentina tiveram a visita indesejada da nuvem de gafanhotos que vem assolando países da América do Sul. O monitoramente dos órgãos governamentais recai agora sobre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, no Brasil, que podem ser os pontos de entrada destes insetos destruidores no país. O inseto não trás nenhum risco aos humanos, nem é vetor de doenças, entretanto, causa grande perda às lavouras e comem de tudo que encontram pela frente. Por onde passam deixam um rastro de destruição na agricultura e pastagens, e a consequência imediata de sua passagem pelas regiões é a fome.

 

Artigos:

Nuvem de gafanhotos vinda da Argentina é monitorada em SC; Cidasc pede que produtores fiquem atentos

 

Santa Catarina - Governo do Estado monitora nuvem de gafanhotos na Argentina

 

Vídeo:

Nuvem de gafanhotos na fronteira da Argentina com Brasil

 

O ciclo de vida do gafanhoto dura um ano e se encerra depois da reprodução. Uma fêmea de Rhammatocerus schistocercoides (única espécie nômade, no Brasil, que se une em nuvens, e que vive no Mato Grosso) costuma pôr 25 ovos a cada postura. Como elas se repetem ao longo do dia, uma única fêmea pode liberar centenas de ovos em 24 horas. Depois de um mês, os ovos eclodem e dão origem a gafanhotos jovens, chamados de ninfas. Seu prato preferido são vegetais como o arroz, o milho e a cana. A essa altura, a busca por comida é feita por terra: como os gafanhotos ainda não têm asas, eles só pulam, movendo-se até 100 metros por dia. Cinco meses após o nascimento, o gafanhoto já tem asas e mede de 5 a 7 centímetros. Se a concentração de insetos numa área for grande, eles se juntam em bandos e viajam em nuvens voadoras em busca de alimentos. Em suas jornadas, o Rhammatocerus chega a até 100 metros de altura e se desloca dezenas de quilômetros por dia. (Fonte: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/como-se-forma-uma-nuvem-de-gafanhotos/ )

 

Interessante:

 

A Bíblia, em Levítico 11, 22, autoriza o homem a se alimentar de gafanhotos (alguns animais foram proibidos por Deus para servirem de alimento ao homem, mas o gafanhoto não é um deles...) :

“Deles comereis estes: a locusta segundo a sua espécie, o gafanhoto devorador segundo a sua espécie, o grilo segundo a sua espécie, e o gafanhoto segundo a sua espécie.” ( Levítico 11:22 )

 

Vemos que João Batista também comia gafanhotos:

"E João andava vestido de pêlos de camelo, e com um cinto de couro em redor de seus lombos, e comia gafanhotos e mel silvestre." (Marcos 1:6 )

 

Gafanhotos são um prato crocante e delicioso que é apreciado no mundo, em lugares como México ou Uganda. Japão, China, África também consomem gafanhotos. Apenas um gafanhoto contém 6 gramas de proteína.

Para quem tiver a curiosidade de ver uma das formas como eles podem ser preparados para consumo, aí vai um vídeo postado no facebook:

https://www.facebook.com/JOAOPAULOFELIX82/videos/1268662769970992/?d=n

 

 

“Quando houver fome na terra, quando houver peste, quando houver queima de searas, ferrugem, gafanhotos ou pulgão, quando o seu inimigo o cercar na terra das suas portas, ou houver alguma praga ou doença, toda a oração, toda a súplica, que qualquer homem de todo o teu povo Israel fizer, conhecendo cada um a chaga do seu coração, e estendendo as suas mãos para esta casa, ouve tu então nos céus, assento da tua habitação, e perdoa, e age, e dá a cada um conforme a todos os seus caminhos, e segundo vires o seu coração, porque só tu conheces o coração de todos os filhos dos homens.” (1 Reis 8:37-39)


Busca


Quinta-feira, 16 de Julho de 2020







Acessos



Rainha Maria

Mulher Vestida de Sol