‹ voltar



Nossa Senhora das Neves (Roma – Itália)

 

(352)

(Festa em 5 de agosto)

 

No começo do século IV, vivia em Roma um ilustre descendente das famílias consulares, o qual, por não ter filhos, tinha resolvido, de combinação com a mulher, consagrar sua grande fortuna à glória de Deus.

Estando ambos preocupados com este projeto, a Santíssima Virgem lhes deu a entender que desejava ser a herdeira. “Edificar-me-eis - lhes disse ela - uma basílica na colina de Roma que amanhã estiver coberta de neve.” Era a noite de 4 para 5 de agosto do ano 352, época em que são excessivos os calores na Itália. No dia seguinte, o Esquilino estava coberto de neve! A cidade inteira acode ao lugar do milagre. O papa Libério, acompanhado de todo o clero, para lá se dirige também. Conta-se ao povo a causa do prodígio, e a igreja é edificada à custa dos piedosos cônjuges, recebendo o nome de Nossa Senhora das Neves, nome venerável, que ainda hoje conserva.

Em memória do papa Libério, que a consagrou no ano seguinte, chamam-na também basílica liberiana. A esses dois primeiros nomes juntaram-se outros não menos honrosos: Santa Maria do Presépio, por causa do presépio do Salvador que ali se venera, e Santa Maria Maior, porque é a mais importante das igrejas de Roma dedicadas à Rainha dos céus.

 

 Conheça a Basílica: https://www.vatican.va/various/basiliche/sm_maggiore/index_en.html


Busca


Domingo, 28 de Novembro de 2021




Acessos








Mulher Vestida de Sol