‹ voltar



Arquidiocese alemã promove a fornicação e o aborto para meninas de 15 anos

Arcebispo de Berlim dá dicas práticas aos educadores católicos, sobre como ensinar as crianças sobre seus direitos sexuais

n/d

Os católicos alemães estão protestando contra um programa aprovado pessoalmente pelo arcebispo de Berlim que dá ‘dicas práticas’ aos educadores sexuais ‘católicos’, sobre como ensinar as crianças sobre seus ‘direitos sexuais’, aconselhando-os que adultos que sexo com um menor é permitido, desde que seja ‘consensual’ e descrevendo o processo de obtenção de um aborto. O programa também busca eliminar ‘tabus’, ‘preconceitos’ e ‘estereótipos’ em relação a várias formas de desvio sexual, incluindo o comportamento homossexual e a masturbação, tratando tais impulsos como parte da identidade de uma pessoa. Ao mesmo tempo, busca resolver a ‘tensão’ entre esses comportamentos e as doutrinas ‘oficiais’ da Igreja Católica sobre a sexualidade humana.

‘Uma igreja que tenta impor as opiniões das pessoas hoje é uma loucura’, escreve o arcebispo de Berlim, Heiner Koch, em sua introdução ao programa.’ Precisamos tomar nota da diversidade de ideias sobre sexualidade em nossa sociedade. No entanto, na companhia dos jovens, também precisamos estar em condições de fazer uma declaração profunda de que a fé cristã e sua imagem do homem podem se libertar para a auto-realização, para o verdadeiro relacionamento e intimidade’.

O programa ‘dá dicas práticas para o uso de métodos no trabalho pedagógico sexual com grupos juvenis’, publicado no site da Arquidiocese, aborda a questão: ‘Quando é normal fazer sexo?’, Ele apresenta uma lista de ‘situações’ hipotéticas sobre menores envolvidos na atividade sexual fora do casamento e, em seguida, fornece ‘respostas’ a essas situações em relação ao ‘direito’ dos menores se envolver no comportamento. A doutrina católica sobre moralidade no documento não é mencionada. 

Na hipotética ‘Situação 2’, um homem de 22 anos tem uma namorada de 15 anos com quem deseja ter relações sexuais. A arquidiocese escreve: ‘Em princípio, as pessoas com idade legal podem dormir com menores, desde que sejam atos sexuais consensuais / relações sexuais. Contudo, torna-se difícil, sempre que os atos sexuais ou relações sexuais são forçados’. 

Em ‘Situação 6’, uma menina chamada ‘Milena’ tem uma ‘gravidez indesejada’. Enquanto o documento discute opções para receber o apoio estatal para ela como mãe solteira: ‘No contexto do aconselhamento sobre conflitos de gravidez,  Milena pode ser orientada sobre a possibilidade do aborto’. As ‘dicas’ até explicam como os menores podem obter anticoncepcionais sem que os pais descubram, e implica que aqueles com menos de 14 anos de idade podem obter anticoncepcionais para facilitar sua atividade sexual, apesar de ser ilegal.

Na ‘Situação 5’, os leitores são informados: ‘Laura (15) gostaria de dormir com seu namorado e considera diferentes contraceptivos’. No entanto, ela tem medo de seus pais descobrirem. A arquidiocese observa que, como ‘Laura’ tem menos de 16 anos, seu médico pode informar aos pais que ela quer contraceptivos orais. No entanto, Laura pode ‘tentar convencer o médico de que ela é madura o suficiente para tomar essa decisão’. 

A arquidiocese observa que ‘para menores de 14 anos será difícil obter uma receita para contraceptivos, uma vez que a relação sexual para menores de 14 anos é proibida por lei’. No entanto, acrescenta que ‘em princípio, os adolescentes podem comprar anticoncepcionais sem receita, como preservativos e um diafragma em qualquer farmácia. Se você está desconfortável pedindo isso em uma farmácia, você também pode comprar preservativos anonimamente em uma farmácia’.

Outras ‘situações’ incluem meninas adolescentes em relacionamentos lésbicos e um garoto que quer ser testado para doenças venéreas sem ser descoberto por seus pais. Ambos estão dentro dos ‘direitos’ legais dos menores, segundo a Arquidiocese.

Os católicos alemães respondem com uma petição. Um grupo de católicos alemães indignados com o aparente endossamento do arcebispo sobre materiais pró-aborto organizou uma petição para pedir-lhe para removê-los do site arquidiocesano, intitulado ‘A Arquidiocese de Berlim deve finalmente parar de dar dicas de adolescentes sobre o aborto!’ ‘Incompreensível! A arquidiocese de Berlim dá a mulheres grávidas de 15 anos dicas sobre como matar seu filho... Isso expõe o arcebispo de Berlim, Heiner Koch, como um seguidor da ideologia feminista pró-escolha, que dá direito à vida dos fúnebres à arbitrariedade de suas mães. Pro-Choice não é opinião, mas assassinato!’

Os peticionários pedem ao arcebispo que ‘tire as dicas indescritíveis do aborto imediatamente do site da Arquidiocese de Berlim. A igreja tem o direito de defender o direito à vida do não nascido e uma obrigação moral de agir como o poder protetor de crianças inocentes em público’. No entanto, os peticionários não mencionam outros materiais no site que normalizam e legitima atos sexuais fora do casamento e homossexuais.

Os materiais foram originalmente apresentados pela Arquidiocese de Berlim em uma conferência chamada ‘In 'Liberdade e Responsabilidade’: Trabalho de Educação Sexual em Instituições Católicas', em fevereiro de 2016. 

Segundo o arcebispo Heiner Koch, a conferência procurou ‘traçar as tensões entre a moral católica, a própria atitude, o mundo da vida e os requisitos pedagógicos sexuais no local de trabalho e conversar sobre isso’.

Nos últimos anos, os bispos alemães, em particular, promoveram a noção de ‘diversos tipos de família’ e até publicaram um artigo defendendo o ‘casamento’ do mesmo sexo. Alguns bispos alemães, no entanto, estão resistindo a essa tendência.

 

Fonte: www.lifesitenews.com  (artigo traduzido) via www.rainhamaria.com.br

(Título original: German Catholic archdiocese promotes fornication, abortion, to 15-year-old girls

 

'Viveis no meio da confusão, a Igreja do Meu Filho dividiu-se dando passagem ao modernismo e afastando-se, pouco a pouco, da obediência à Santidade, à qual é chamado o Povo do Meu Filho. A moral na Igreja do Meu Filho derrete como cera ao lume para ser infringida livremente. Como Mãe sofro ao ver os Meus filhos sujarem-se na lama da impureza em cada estado. Os Meus filhos permitiram que a atrofia se apossasse dos seus pensamentos, para cometerem atos impuros sem sentirem culpa ou remorsos. ESTA GERAÇÃO TOMA A LEI DE DEU E TRANSGRIDE-A, CRIANDO LEIS SEGUNDO A SUA CONVENIÊNCIA OFENDENDO O MEU FILHO GRAVEMENTE.' (Virgem Maria à Luz de Maria, em 11-10-2016)

'Desesperadamente, impôs-se a erradicação da pureza, da bondade, da fraternidade, da compreensão e, por isso, vós deveis saber repelir esses momentos em que o demônio chega para causar discórdia. Meus filhos, protegei as crianças com o Amor do Meu Filho, orai aos seus companheiros de caminho para que os protejam do mal, as crianças são a raiva de Satanás, que deseja uma Terra sem crianças.' (Virgem Maria à Luz de Maria, em 09-04-2016)

'O mal não espera, entrou na Minha Igreja precipitando o desacato da Lei Divina, confundindo para que vos ergueis uns contra os outros e os Meus alertas sejam refutados. A humanidade tem agido acedendo aos tentáculos do mal, EM ESPECIAL O QUE AGE CONTRA O TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO, O CORPO: aborto, imoralidade, impureza, drogas, fornicação, pornografia, ciência mal empregue, atos contra a pureza, maus pensamentos, matar deliberada e premeditadamente e demais; encontram-se num dos tentáculos do mal e o homem recebe-os como bons, sem pensar, fazendo a vontade do mal e agindo contra a Nossa Vontade. Ao fazer a vontade ao demônio, a humanidade entrou no caos, na convulsão e tudo o que se encontra à volta do homem entra nessa convulsão que gira continuamente arrastando consigo o que está próximo. Por isso, neste momento, o mal apossa-se tão facilmente de algumas almas. MEU POVO AMADO, É URGENTE QUE RESISTAIS AO MAL, QUE VOS CONSAGREIS AOS NOSSOS SAGRADOS CORAÇÕES, PARA QUE NÃO SEJAIS VENCIDOS PELO MAL.' (Jesus Cristo, à Luz de Maria, em 12-09-2016)

 

 

 


Busca


Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017





Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol