‹ voltar

'Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido; e o que falastes ao ouvido no gabinete, sobre os telhados será apregoado.' (Lucas 12:1-3)


O surgimento dos Illuminati/Bilderberg e a implantação da Nova Ordem Mundial (Parte 3 - FINAL)

Apresentamos nesta terceira parte a sequência das ações desenvolvidas por esta irmandade no início do século XX até o ano 2014.

n/d

1933 – 21 de novembro – Em uma carta ao coronel Edward Mandel House, o presidente dos EUA, Franklin Delano Roosevelt, escreve: A verdade da questão é, como você e eu sei, que o elemento financeiro nos grandes centros (os grandes bancos) tomou posse do governo desde os dias do governo de Andrew Jackson’.

1934 – Em 2 de agosto, Hindenburg morreu. Hitler apoderou-se do seu lugar, fundindo as funções de Presidente e de Chanceler, passando a se auto-intitular de Líder (Führer) da Alemanha e requerendo um juramento de lealdade a cada membro das forças armadas. Esta fusão dos cargos, aprovada pelo parlamento poucas horas depois da morte de Hindenburg, foi mais tarde confirmada pela maioria de 89,9% do eleitorado alemão no plebiscito de 19 de agosto de 1934.

1939 – II Guerra Mundial tem início: considera-se o ponto inicial da guerra como sendo a invasão da Polônia pela Alemanha Nazista em 1º de setembro de 1939 e subsequentes declarações de guerra contra a Alemanha pela França e pela maioria dos países do Império Britânico da Commonwealth. Alguns países já estavam em guerra nesta época, como Etiópia e o então Reino da Itália na Segunda Guerra Ítalo-Etíope e China e Japão na Segunda Guerra Sino-Japonesa. Muitos dos países que não se envolveram inicialmente acabaram aderindo ao conflito em resposta a eventos como a invasão da União Soviética pelos alemães e os ataques japoneses contra as forças dos Estados Unidos no Pacífico em Pearl Harbor no Hawai e em colônias ultramarítimas britânicas, que resultou em declarações de guerra contra o Japão pelos Estados Unidos, Países Baixos e o Commonwealth Britânico.

1941 – Em 22 de junho começa a Operação Barbarossa, a invasão do exército nazista alemão da União Soviética, e todas as formações Waffen-SS dela participaram.

1942 –  Março, um artigo na revista ‘TIME’ narra que o Conselho Federal de Igrejas [que mais tarde torna-se o Conselho Nacional de Igrejas, uma parte integrante do Conselho Mundial de Igrejas] empresta o seu peso para os esforços no apoio para se estabelecer uma autoridade (um governo) global. A reunião dos altos funcionários do conselho sai com decisões em favor de:

  • Um governo mundial de poderes delegados,

  • Fortes restrições imediatas à soberania nacional dos países;

  • Controle internacional de todos os exércitos e marinhas. Representantes (375 deles) de 30 denominações religiosas afirmam que ‘uma nova ordem da vida econômica é tão iminente quanto imperativa’ – uma nova ordem que é certa para surgir ou ‘através da cooperação voluntária no âmbito da democracia, ou através da revolução explosiva’.

28 de junho de 1945 – O presidente dos EUA, Harry Truman, aprova a criação de um governo mundial, e em um discurso declarou: ‘Vai ser tão fácil para as nações para se darem bem em uma república mundial como é para nós nos entendermos bem em uma república de 50 estados nos Estados Unidos.’

Almirante Richard E. Byrd.Almirante Richard E. Byrd.  

24 de outubro de 1945 – A Carta das Nações Unidas se torna eficaz. Também em 24 de outubro, o senador Glen Taylor (D-Idaho) introduz a Resolução 183 do Senado, invocando o Senado dos EUA para registrar como favorável a criação de uma república mundial, incluindo uma força policial internacional.

1946 – Foi criado o Tavistock Institute of Human Relations  (ou Instituto Tavistock de Relações Humanas) é uma instituição de caridade, britânica, dedicada aos estudos e pesquisas em comportamento de grupo e comportamento organizacional. Entre os anos 50 e 70 do século XX, investigadores ligados ao Tavistock Institute de Londres fizeram alguns desenvolvimentos teóricos da corrente sociotécnica, levando ao que hoje conhecemos como sistemas sociotécnicos. O instituto foi fundado através de uma doação da Fundação Rockefeller.

O Instituto Tavistock (Tavistock institute), o Instituto de Pesquisas Stanford (Stanford Research Institute), e o Instituto para Relações Sociais (Institute for Social Relations), na verdade todas essas organizações de pesquisa no campo da psiquiatria social aplicada, ou têm delegados no corpo administrativo do Clube de Roma, ou agiram como conselheiros e desempenharam um papel de relevo na tentativa da OTAN de adotar o que eles denominaram de a ‘Conspiração Aquariana’.

 

1950 – No princípio dos anos 50, a CIA cria o Projeto MK-ULTRA de controle e manipulação mental. Os experimentos mais divulgados conduzidos por MK-ULTRA envolveram a administração de alucinógenos, entre os quais o LSD em seres humanos inconscientes, inclusive funcionários da C.I.A., militares, médicos, outros agentes do governo, prostitutas, doentes mentais, e membros do público em geral, a fim de estudar as suas reações. A pesquisa de Mengele serviu de base para o programa secreto e ilegal da C.I.A. de pesquisa de controle da mente humana chamado MK-ULTRA.

n/d

O Dr. Joseph Mengele do Campo de Concentração de Auschwitz-Birkenau, no sul da Polônia, adquiriu notoriedade por ter sido o desenvolvedor do princípio central do Projeto de Controle Mental MK ULTRA da CIA e do posterior Projeto Monarch baseado em ‘traumas’ e de programas de controle mental. Mengele e aproximadamente cerca de mais 3,5 mil cientistas e técnicos nazistas de alto escalão foram secretamente trazidos para os Estados Unidos no rescaldo da II Guerra Mundial, em um movimento secreto designado como Operação Paperclip. Os experimentos de controle da mente foram realizados no Arsenal Edgewood, a nordeste de Baltimore, Maryland, e envolveram o uso de potentes alucinógenos em seres humanos como o LSD ,THC , e BZ , além de  agentes químicos  e biológicos. Os experimentos em seres humanos se utilizando de tais agentes remontam a pelo menos a Primeira Guerra Mundial. Em meados dos anos 1970, na esteira de muitas reivindicações e acusações feitas por pessoas que sofreram com problemas de saúde devido à exposição a esses agentes, incluindo drogas psicotrópicas  e alucinógenas administradas em experiências posteriores, o Congresso dos EUA começou investigações sobre o mau uso de tais experiências, e inadequado consentimento dado pelos soldados e civis envolvidos nas mesmas experiências.

O Projeto MK-ULTRA de controle da mente foi trazido à luz por várias comissões na década de 1970, incluindo a Comissão Rockefeller de 1975. Embora se afirme que a CIA abandonou tais experiências depois destas comissões, alguns delatores têm sucessivamente afirmado que o projeto simplesmente foi para o ‘subterrâneo’ e o Projeto Monarch de programação mental tornou-se o sucessor do secreto MK-ULTRA.

Documento do governo dos EUA citando o Projeto Paperclip.Documento do governo dos EUA citando o Projeto Paperclip.

07 de fevereiro de 1950 – O banqueiro e financista internacional e membro do CFR, James Warburg (Um sionista Illuminati) declara a uma Subcomissão de Relações Exteriores do Senado dos EUA: ‘Nós teremos um governo mundial quer vocês gostem ou não dele – pela conquista ou consentimento.’ 

09 de fevereiro de 1950 – A Subcomissão de Relações Exteriores do Senado dos EUA apresenta a Resolução nº 66, que começa assim: ‘Considerando que, a fim de alcançar a paz e a justiça universal, a presente Carta das Nações Unidas deve ser alterada para proporcionar uma verdadeira constituição de um governo mundial.’  Isso ainda tão cedo como há 67 anos atrás.

1950 Maio. O Ministro dos Negócios Estrangeiros da República Francesa, Robert Schuman, propôs, na sua famosa declaração de 9 de Maio de 1950, que se colocasse a produção franco-alemã de carvão e de aço sob a alçada de uma Alta Autoridade comum, no âmbito de uma organização aberta à participação de outros países europeus.

1952 – Com a criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA), que entra em funções em Julho de 1952, concretiza-se a primeira grande realização de uma Europa supranacional. Pela primeira vez, os seis Estados-Membros desta organização renunciam, num domínio restrito é certo, a uma parte da sua soberania em prol da nova Comunidade criada.

1952 – A Associação Mundial de Parlamentares para criação do Governo Mundial elabora um mapa projetado para ilustrar como as tropas estrangeiras que ocupariam e policiariam as DEZ regiões em que os Estados Unidos e o Canadá seriam divididos como parte de seu plano de governo mundial.

1953 – Uma nota do Chefe de gabinete da U. S. Air Force, datada de 02 de junho de 1953, no qual se constata que 820 cientistas nazistas já tinham sido recrutados no âmbito do Projeto Paperclip.

 

 

n/dHotel Bilderberg, em Oostenbeek, Holanda, local da primeira reunião do grupo em 1954 e que deu o nome ao Grupo.

1954 – O príncipe Bernhard dos Países Baixos (Holanda) juntamente com alguns importantes políticos e os maiores banqueiros internacionais estabelece o Grupo Bilderberg, que se reúne secretamente em uma base anual para discutirem a agenda da implantação de um governo global estilo NWO-Nova Ordem Mundial.

1957 – O Tratado da CEE-Comunidade Econômica Européia, é assinado em 1957 em Roma, congrega inicialmente a França, a Alemanha, a Itália, Bélgica, Holanda e Luxemburgo numa Comunidade que tem por objetivo a integração através das trocas comerciais, tendo em vista a expansão econômica. Após o Tratado de Maastricht, a CEE passa a constituir a Comunidade Europeia, exprimindo a vontade dos Estados-Membros de alargar as competências comunitárias a domínios não econômicos.

1960 – John Fitzgerald Kennedy é eleito presidente dos EUA. Ele se tornou o segundo mais jovem presidente de seu país, depois de Theodore Roosevelt. Ele foi Presidente de 1961 até seu assassinato em 1963. Durante seu governo houve a Invasão da Baía dos Porcos, a Crise dos mísseis de Cuba, a construção do Muro de Berlim, o início da Corrida espacial, a consolidação do Movimento dos Direitos Civis nos Estados Unidos e os primeiros eventos da Guerra do Vietnã.

1961 – O Departamento de Estado dos EUA emite o Documento 7277, intitulado ‘Freedom From War: Um Programa dos EUA para o desarmamento geral e completo em um mundo pacífico.’ Ele detalha um plano de três fases para desarmar todas as nações e criar o braço militar da ONU com a fase final de que ‘nenhum Estado teria mais o poder militar para desafiar a Força de Paz da ONU, que seria progressivamente fortalecido.’

John Fitzgerald Kennedy.John Fitzgerald Kennedy. 1963 – O Presidente dos EUA declara: ’O alto cargo de presidente dos EUA tem sido usado para fomentar uma conspiração para destruir a liberdade dos americanos e antes de eu deixar o cargo, devo informar aos cidadãos dos EUA sobre esta situação’.  John Fitzgerald Kennedy (declaração do presidente dos EUA em um discurso feito na Universidade de Columbia, em 12 de novembro de 1963, dez dias antes de seu assassinato!)

1966 – O Professor Carroll Quigley (autor de ‘A Cabala (Quadrilha) Secreta que Controla os EUA), mentor de Bill Clinton na Universidade de Georgetown, e autor de um enorme volume intitulado ‘Tragedy and Hope’, na qual ele afirma: ‘Existe e tem existido desde uma geração, uma rede internacional de pessoas que opera, em certa medida, na forma como a direita radical acredita que o Comunismo age. De fato, essa rede, que podemos identificar como os Grupos da Távola Redonda, não tem aversão a cooperar com os comunistas, ou com qualquer outro grupo, e frequentemente faz isso. Eu sei das operações desta rede porque a estudei durante vinte anos e fui autorizado durante dois anos, na década de 1960, para examinar seus documentos e registros secretos. Eu não tenho nenhuma aversão a ela ou a maioria de seus objetivos, e tenho, por grande parte da minha vida, sido próximo a ele e de muitos de seus instrumentos. Eu sempre me opus, tanto no passado e assim como recentemente, a algumas de suas políticas e ideias, mas, em geral, minha principal divergência de opinião é que ela deseja permanecer desconhecida, e eu acredito que o seu papel na história é muito significativo o suficiente para ser conhecido’.

n/d

1968 – O Clube de Roma foi fundado com membros dedicadíssimos do grupo original de Hans Joachim Morgenthau, com base num telefonema feito por Aurellio Peccei (um dos criadores do Clube de Roma) pedindo uma nova e urgente campanha para agilizar os planos de implantação do Governo Mundial – agora chamado de A Nova Ordem Mundial – NWO New World Order.

O pedido de Peccei foi atendido pelos mais subversivos ‘planejadores do futuro’ que os Estados Unidos, França, Suécia, Grã-Bretanha, Suíça e Japão conseguiram reunir. Durante o período de 1968-1972, o Clube de Roma se tornou uma entidade coesa de cientistas de novas ciências, globalistas, planejadores (e manipuladores) do futuro e internacionalistas de todos os tipos. Como disse um delegado: ‘Nós nos tornamos o casaco de muitas cores que José tinha.’

O Clube de Roma é a matriz das agências conspiratórias, uma união entre financistas anglo-americanos e famílias da Nobreza Negra da Europa, principalmente a auto denominada ‘nobreza’ de Londres, Veneza e Gênova. O segredo para o seu sucesso no controle do mundo é a capacidade que têm de criar e manipular recessões econômicas e subsequentes depressões. O Clube de Roma tem a sua própria agência de serviço secreto e também pega ‘emprestado’ da INTERPOL de David Rockefeller. Cada agência de serviço secreto americano (CIA-NSA-DIA) – assim como a ex KGB, o MI-6 inglês e o MOSSAD, o serviço secreto de ISRAEL – colabora com ela. (Citação do livro ‘Conspirators’ Hierarchy: The Story of the Committee of 300’, pelo Dr. John Coleman)

Zbigniew K. Brzezinski (à esq.), então Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA no governo Jimmy Carter, com o então agente da CIA Tim (Osama Bin Laden) Osman discutem sobre armamentos a serem utilizados contra os soviéticos na Ásia CentralZbigniew K. Brzezinski (à esq.), então Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA no governo Jimmy Carter, com o então agente da CIA Tim (Osama Bin Laden) Osman discutem sobre armamentos a serem utilizados contra os soviéticos na Ásia Central

1968 – Zbigniew Brzezinski declara que a Era da Tecnetrônica lançará as bases para uma ‘ditadura benevolente por parte de uma elite mundial’. Uma Sociedade caracterizada por uma revolução da informação, pela cibernética e por um enfoque de entretenimento é o que ele disse em 1968. A possibilidade de controle químico da mente requererá a definição social de critérios de restrição bem como de utilização. Brzezinski serviu como Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos durante a presidência de Jimmy Carter, entre 1977 e 1981.

1972 – Abril  – Em seu discurso para a Associação Internacional para a Educação na Infância, Chester M. Pierce, Professor de Educação e Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard, proclama: ‘Toda criança na América que entrar na escola com a idade de cinco anos é insano porque ele vem para a escola com certas alianças em relação aos nossos pais fundadores (dos EUA), em relação a seus pais, para a crença em um ser sobrenatural. Cabe a vocês, professores, fazer todas estas crianças doentes se saírem bem, criando a criança internacional do futuro.’

1973 –  Os países que compõem o Reino Unido, Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales, juntamente com a Irlanda e a Dinamarca aderem ao bloco da CEE-Comunidade Econômica Européia.

1973 – O Clube de Roma, como um agente dos Illuminati e da Nova Ordem Mundial, levanta as questões de um Governo global em um relatório intitulado ‘Modelo Regionalizado e Adaptativo do Sistema de Governo Global.’ Este relatório divide o mundo inteiro em dez reinos/regiões.

1973 – Julho – O banqueiro internacional e membro fiel do Conselho subversivo de Relações Exteriores, David Rockefeller, funda uma nova organização chamada Comissão Trilateral, da qual o objetivo oficial é ‘harmonizar as relações políticas, econômicas, sociais e culturais entre as três principais regiões econômicas do mundo ‘(daí o nome’ Trilateral’). Ele convida o futuro presidente Jimmy Carter para tornar-se um dos membros fundadores. Zbigniew Brzezinski é o primeiro diretor da organização.

David Rockfeller.David Rockfeller. Existiam então três principais áreas econômicas do mundo naquele momento: a Europa, a América do Norte e o Extremo Oriente (Japão, Coréia do Sul, Taiwan, etc.) Se, sob o pretexto de ter que unir forças para ser capaz de enfrentar a concorrência econômica com as outras duas regiões econômicas, os países membros de cada uma dessas três regiões decidiram se fundir em um único país, formando três grupos super-unidos, então um governo mundial estará quase alcançado. Como os socialistas fabianos, que querem atingir o seu objetivo final (um governo mundial) passo a passo.

Este objetivo está quase alcançado na Europa, com o Ato Único Europeu (Tratado de Maastricht), que foi implementado em 1993, criando a União Europeia e exigindo que todos os países membros da Comunidade Europeia passem a abolir suas barreiras comerciais, e entregar as suas políticas monetárias e fiscais para os tecnocratas da Comissão Europeia, em Bruxelas, na Bélgica.

n/d

1979 – À Federal Emergency Management Agency: FEMA, que é a Agência Federal de Gestão de Emergência dos EUA, foram concedidos enormes poderes. Ela tem poder, em caso de ‘emergência nacional’, para suspender leis, movimentar populações inteiras, prender e deter cidadãos sem mandado judicial e mantê-los reclusos sem julgamento. Ela pode apreender os bens, alimentos, sistemas de transporte, e pode suspender a Constituição.

Não só é a entidade mais poderosa nos Estados Unidos, mas não foi ainda criada sob a lei constitucional pelo Congresso. Era um produto de uma Ordem Executiva Presidencial. Uma ordem executiva se torna lei simplesmente por uma assinatura do presidente dos EUA, não tem sequer que ser aprovada pelos Deputados ou Senadores no Congresso.

Um estado de ‘emergência nacional’ dentro dos EUA poderia ser um ataque terrorista, um desastre natural, ou um crash total do mercado de ações, por exemplo. Aqui estão apenas algumas ordens executivas associadas com a FEMA que iria suspender a Constituição e a Carta de Direitos. Estas ordens executivas que têm lutado por quase 30 anos, e podem ser promulgadas pelo golpe de uma caneta presidencial:

# 10995: Direito para usar e aproveitar todos os meios de comunicação nos Estados Unidos.

# 10997: Direito para usar e aproveitar toda a energia elétrica, combustíveis e minerais, tanto público como privado.

# 10999: Direito para usar e aproveitar todos os meios de transporte, incluindo os veículos pessoais de qualquer tipo, e controle total de rodovias, portos e hidrovias.

# 11000: Direito de dispor e aproveitar toda e qualquer pessoa do povo norte americano e dividir famílias, a fim de criar forças de trabalho para ser transferida para qualquer lugar que aprouver ao Governo.

# 11001: Direito para aproveitar todos os serviços, da saúde, educação e serviços sociais, públicos e privados.

# 11002: Direito para forçar o registo de todos os homens, mulheres e crianças nos Estados Unidos.

# 11003: Direito para dispor e aproveitar todo o espaço aéreo, aeroportos e aviões dentro dos EUA.

# 11004: Direito para aproveitar todas as autoridades de habitação e financiamento, a fim de estabelecer ‘áreas designadas para realocação’, e para forçar o abandono de áreas classificadas como ‘inseguras’ ou de interesse do estado.

# 11005: Direito para aproveitar todas as ferrovias, as vias fluviais navegáveis, instalações de armazenamento, tanto públicas como privadas.

# 11921: Autoriza planos para estabelecer o controle governamental dos salários e vencimentos em geral, o crédito e o fluxo de dinheiro em instituições financeiras norte-americanas.

1981 – A Grécia entra no bloco da CEE-Comunidade Econômica Européia.

 

1986 – Portugal e Espanha também passam a integrar o bloco de países membros da CEE-Comunidade Econômica Européia.

Documento do governo dos EUA onde os nomes TIm Osman-Osama (Usamah) Bin Laden são citados visitando dependências militares nos EUA.Documento do governo dos EUA onde os nomes TIm Osman-Osama (Usamah) Bin Laden são citados visitando dependências militares nos EUA.

1986 – Acontece uma Reunião secreta em 1986 nos EUA, de Michael Riconosciuto & Ted Gunderson, com o agente da C.I.A. no Paquistão e Afeganistão  ‘Tim Osman’ (Osama bin Laden)

Riconosciuto e Gunderson se encontraram no hotel com os dois representantes dos rebeldes muçulmanos mujahadeen do Afeganistão, esperando para discutir suas necessidades de armamento. Um dos dois foi batizado de ‘Ralph Olberg.’ O outro foi chamado de Tim Osman (ou Ossman). ‘Ralph Olberg’ era um homem de negócios norte americano que estava liderando a aquisição de armas americanas e da tecnologia em nome dos rebeldes afegãos. Ele trabalhava através da secretária do Afeganistão pelo Departamento de Estado dos EUA, bem como através do gabinete do senador Hubert Humphrey.

Olberg cuidava dos negócios com os afegãos através de um disfarce curioso chamado MSH-Management Sciences for Health. O outro homem, Tim Osman, vestido com roupas da rede de lojas Docker, não era um nativo do Afeganistão mais do que Olberg o fosse. Ele era um jovem de 28 anos de idade nativo da Arábia Saudita. Tim Osman (Ossman) recentemente e finalmente se tornou mais conhecido como Osama Bin Laden.

‘Tim Osman’ era o nome código atribuído a OSAMA BIN LADEN pela CIA para a sua turnê de visitas aos EUA e suas bases militares, em busca de apoio político e aquisição de armamentos. Gunderson e Riconosciuto não estavam em uma missão altruísta. Eles tinham algumas condições para conceder a sua ajuda. E eles tiveram uma má notícia para entregar a ele. Os mujahadeen precisavam estar dispostos a testar as novas armas no campo e para fazer e retornar um relatório de pesquisa, completo inclusive com fotos.

 

1989 – George Herbert Walker Bush – GHWB (12 de junho de 1924) é eleito  o 41º Presidente dos Estados Unidos (1989–93). Filiado ao Partido Republicano, já havia anteriormente sido o 43º Vice-presidente dos Estados Unidosv(1981–89), membro do Congresso, embaixador, diretor da CIA, e sendo atualmente o mais velho ex-presidente vivo.

George HW Bush futuro presidente dos EUA em foto de reunião da sociedade secreta, ligada aos Illuminati, SKULL & BONES, na Universidade de Yale.George HW Bush futuro presidente dos EUA em foto de reunião da sociedade secreta, ligada aos Illuminati, SKULL & BONES, na Universidade de Yale.  

1990 – Em julho, Saddam Hussein, então presidente do Iraque, acusou o Kuwait de causar a queda dos preços do petróleo e retomou antigas questões de limites territoriais, além de exigir indenizações. Como o Kuwait não cedeu, em 2 de agosto de 1990, tropas iraquianas invadiram o Kuwait, com a exigência do presidente Saddam Hussein de controlar seus vastos e valiosos campos de petróleo. Este acontecimento provocou uma reação imediata da comunidade internacional.

1990 – Irrompe a Guerra do Golfo, que foi um conflito militar iniciado a 2 de agosto de 1990 na região do Golfo Pérsico, com a invasão do Kuwait por tropas do Iraque. Esta guerra envolveu uma coalização de forças de países ocidentais liderados pelos Estados Unidos e Grã-Bretanha e países do Médio Oriente, como a Arábia Saudita e o Egito, contra o Iraque e tinha como objetivo primordial se apossar do controle das reservas de petróleo da região do golfo pérsico.

George HW Bush futuro presidente dos EUA em foto de reunião da sociedade secreta, ligada aos Illuminati, SKULL & BONES, na Universidade de Yale.

1990 – A dissolução da antiga Yugoslávia tem início com a separação da Eslovênia, a guerra foi curta (ficou conhecida como Guerra dos Dez Dias) e acusou a vitória dos separatistas, que assim garantiram sua independência. Na Croácia, porém, os combates se prolongaram por mais seis meses, com bombardeios aéreos, ofensivas blindadas e disputas corpo a corpo, que causaram muita destruição e milhares de mortes. A independência da Eslovênia e da Croácia foi oficializada e setembro, mas nem tudo foi resolvido: a população sérvia que habita a Croácia (cerca de 12% da população total) não aceita plenamente a separação. Cerca de 25% do território croata é controlado por sérvios, com o apoio do exército iugoslavo até o final da Guerra da Bósnia (em 1995).

1991 – O presidente George H.W. Bush (o pai, aquele cujo pai Prescot Bush foi sócio dos nazistas antes e durante a II Guerra Mundial) elogia a Nova Ordem Mundial em uma mensagem a União: ‘O que está em jogo é mais do que um país pequeno, é uma grande idéia – uma nova ordem mundial … para atingir as aspirações universais da humanidade … baseada em princípios compartilhados e do Estado de Direito … A iluminação de mil pontos de luz … Os ventos da mudança estão conosco agora. ‘ (a teosofista Alice Bailey usou essa mesma expressão – ‘pontos de luz’ -. ao descrever o processo de esclarecimento oculto)

Junho de 1991 – Os ‘líderes’ mundiais estão reunidos para uma outra reunião a portas fechadas do GRUPO BILDERBERG em Baden Baden, na Alemanha. Participante nessa reunião, David Rockefeller disse em um discurso: ‘Nós somos gratos aos jornais The Washington Post, The New York Times, a Revista Time e outras publicações cujos diretores têm participado dos nossos encontros e respeitado as suas promessas de discrição durante quase quarenta anos. Teria sido impossível para nós desenvolver o nosso plano mundial se tivéssemos sido submetidos às luzes e o escrutínio da publicidade durante todos esses anos. Mas, o mundo agora está mais sofisticado e preparado para marchar rumo a um governo mundial único. A soberania supranacional de uma elite intelectual e banqueiros mundiais é certamente preferível à autodeterminação nacional praticada nos séculos passados.’

1991 – David Funderburk, ex-embaixador dos EUA para a Romênia, diz em público no estado da Carolina do Norte: ‘George H.W. Bush se fez cercar de pessoas que acreditam em um governo mundial. Eles acreditam que o sistema soviético (comunista) e o sistema americano são convergentes’.

1992 – 21 de maio – Em um discurso para a reunião da organização Bilderberger em Evian, na França, o ex-secretário de Estado dos EUA, Henry Kissinger, declarou: 'Hoje, os norte americanos ficariam indignados se tropas da ONU entrassem em Los Angeles para restaurar a ordem, amanhã eles serão gratos! Isto é especialmente verdade se eles foram informados de que havia uma ameaça externa, do além, seja real ou promulgada (falsa), que ameaçasse a nossa própria existência. É então que todos os povos do mundo entrariam em consenso com os líderes mundiais para ‘livrá-los deste mal’. A única coisa que todos os homens temem é o desconhecido. Quando apresentado com este cenário, os direitos individuais serão renunciados de boa vontade para ter a garantia do seu bem-estar em troca do que será assegurado pelo governo mundial’.

Os países que pertencem à União Europeia-UE.Os países que pertencem à União Europeia-UE.

1992 – 20 de julho – A revista ‘TIME’ publica ‘The Birth of a Nation Global’, por Strobe Talbott, um erudito Rhodes, companheiro de quarto de Bill Clinton na Universidade de Oxford, Diretor do CFR e um Trilateralista (e nomeado vice-secretário de Estado do presidente Clinton), no qual ele escreve: ‘O nacionalismo como sabemos vai ficar obsoleto; todos os estados (países) reconhecerão uma única autoridade global… Todos os países são, basicamente, arranjos sociais… Não importa o quão permanente ou sagrado que possa parecer, a qualquer tempo, na verdade, eles são todos artificiais e temporários… Talvez a soberania nacional não fosse uma grande ideia, afinal de contas… Mas conduziu os eventos em nosso século terrível e maravilhoso para conquistar espaço para um governo mundial’.

1992 – 7 de Fevereiro. O Tratado de Maastricht é assinado, também conhecido como Tratado da União Europeia (TUE) foi assinado na cidade holandesa de Maastricht, daí a origem do seu nome. O Tratado de Maastricht foi um marco significativo no processo de unificação europeia, fixando que após a integração econômica até então existente entre diversos países europeus se somaria uma unificação política. O seu resultado mais evidente foi a substituição da denominação Comunidade Europeia pelo termo atual União Europeia-UE.

1993 – Um segundo Parlamento das Religiões do Mundo é realizado em Chicago no 100º aniversário da primeira reunião. Como a primeira convenção, esta procura unir todas as religiões do mundo em ‘um todo harmonioso’, mas quer fazê-los ‘se fundirem de volta em seu elemento original.’ As crenças tradicionais das religiões monoteístas como o cristianismo, islamismo e judaísmo são consideradas incompatíveis com a iluminação indivídual, e devem ser drasticamente alteradas.

Sendo membro do CFR e um Trilateralista, Henry Kissinger escreve no jornal ‘Los Angeles Times’ sobre o Nafta (Acordo de Livre Comércio da América do Norte): ‘O Congresso não é um acordo de comércio internacional convencional, mas a arquitetura de um novo sistema internacional … um primeiro passo em direção a implantação de uma nova ordem mundial.’

 

1994 – No Relatório de Desenvolvimento Humano, publicado pelo Programa de Desenvolvimento da ONU (UN Development Program), havia uma seção chamada ‘Global Governance for the 21st Century’ –Governança Global para o Século 21.’. O administrador para este programa foi nomeado por Bill Clinton. Seu nome é James Gustave Speth. A sentença do relatório de abertura declarava: ‘Os problemas da humanidade não podem mais ser resolvidos pelos governos nacionais. O que é necessário é um governo mundial. Isso pode ser melhor alcançado através do reforço do sistema das Nações Unidas’.

1994 – 3 de maio  – o presidente Bill Clinton assina a Decisão Diretiva Presidencial 25, e, em seguida, a declara classificada como secreta para o povo americano que então não pode ver o que ela contém. (O resumo da DDP-25 emitida para aos membros do Congresso, diz-nos que ela autoriza o Presidente dos EUA a entregar o controle de unidades militares dos EUA para o comando da ONU.)

1994 – 23 de setembro – Os globalistas perceberam que à medida que mais e mais pessoas começam a acordar para o que está acontecendo, eles têm apenas uma quantidade limitada de tempo para implementar as suas políticas de um governo global e centralizado. Falando no jantar dos embaixadores das Nações Unidas, David Rockefeller, comenta: ‘A presente janela de oportunidade, durante a qual uma ordem mundial verdadeiramente pacífica e solidária pode ser construída, não ficará aberta por muito tempo… Estamos à beira de uma transformação global. Tudo o que precisamos é a grande crise certa e as nações aceitarão a implantação de uma NWO-Nova Ordem Mundial.’

Instalações do HAARP em diferentes locais do planeta.Instalações do HAARP em diferentes locais do planeta.

1995 – Março  – Delegados da ONU se reúnem em Copenhague, na Dinamarca, para discutir vários métodos para impor impostos globais sobre as pessoas do mundo todo em todos os países.

1995 – Setembro  – A revista ‘Popular Science’, descreve uma instalação top secret da Marinha dos EUA chamado HAARP (High Frequency Active Auroral Research Program) no estado do Alaska, na região de Gakona. Este projeto utiliza poderosos feixes de energia de rádio na atmosfera superior da Terra. Um dos objetivos do programa é desenvolver a capacidade de ‘manipular o clima local’, utilizando as técnicas desenvolvidas por Bernard Eastlund. (O programa está em desenvolvimento desde 1990.)

1995 – 27 setembro  – O Fórum Estados (Países) do Mundo ocorreu no outono deste ano, patrocinado pela Fundação Gorbachev localizado em San Francisco, Califórnia. O Presidente da Fundação, Jim Garrison, presidiu a reunião com a participação de figuras importantes do meio político mundial, incluindo Margaret Thatcher, Maurice Strong, George Bush, Mikhail Gorbachev, e outros. O centro da conversa girou em torno da unidade da humanidade e de um governo mundial que será instalado no planeta. No entanto, o termo ‘governança mundial’ agora é usado no lugar de ‘nova ordem mundial’, já que este último tornou-se uma responsabilidade política, sendo um pára-raios para os opositores do governo global.

 

1996 – Um Relatório de 420 páginas da ONU, intitulado de ‘The United Nations-Our Global Neighborhood’ é publicado. Ele esboça mais um plano para a ‘governança global’, pedindo uma ‘Conferência internacional sobre Governança Global’ para 1998 com o propósito de apresentar ao mundo os tratados e acordos necessários para a ratificação de um acordo sobre um governo mundial até o ano 2000.

n/d

2001 – Após uma enorme fraude política na contagem de votos, George Walker Bush (filho de George HW Bush) se ‘elegeu’ o 43º presidente dos EUA, ‘derrotando’ não nas urnas, mas nos tribunais a Al Gore, que até mesmo chegou a ser anunciado como eleito por várias redes nacionais de televisão dos EUA, que logo voltaram atrás em seus noticiários e deram como eleito a Bush…

Um segundo membro da família Bush (envolvida desde cedo com os nazistas de Hitler) é eleito para o mais alto cargo dos EUA e durante os seus dois mandatos, a implantação de uma Nova Ordem Mundial e a implantação da Lei Marcial dentro dos EUA é buscada de forma obsessiva pelo grupo que governou os EUA até a eleição de Barack Obama.

2001 – Julho: O ‘terrorista’ Osama Bin Laden foi tratado em julho no hospital norte americano em Dubai, onde se encontrou com um responsável da CIA, o jornal diário francês, Le Figaro e a Rádio França Internacional (RFI) informaram. As duas mídias citaram ‘uma testemunha, profissional parceiro da direção administrativa do hospital’, como uma confirmação de que o homem que os Estados Unidos suspeitariam e acusariam de ter financiado os atentados de 11 de setembro em New York chegou a 04 de julho em Dubai, em avião vindo de Quetta, do Paquistão. 

2001 – 11 de setembro – Acontece o maior ‘atentado terrorista’ a um país, com aviões sendo jogados contra as duas torres gêmeas do World Trade Center, na cidade de New York, atribuídos a fundamentalistas islâmicos. Quase três mil pessoas morreram durante os ataques e às quedas das duas torres e do prédio 7, que não foi atingido por nenhum objeto. O ex-subsecretário adjunto de Estado de três administrações diferentes dos EUA, Steve R. Pieczenik diz que está preparado para dizer a um júri federal o nome de um general de alto escalão, que lhe disse diretamente que o ataque de 11/09 às torres gêmeas do World Trade Center em New York foi um falso ataque terrorista.

O ex-subsecretário adjunto de Estado de três administrações diferentes dos EUA, Steve R. Pieczenik disse ao The Alex Jones Show que Osama Bin Laden havia morrido no final de 2001 e que estava disposto a testemunhar perante um grande júri como um dos principais generais dos EUA lhe disse diretamente que o ataque de 11/09 às Torres Gêmeas do World Trade Center em New York foi um ataque planejado pelo próprio governo americano de GEORGE BUSH. Pieczenik não pode ser descartado apenas como mais um lunático ‘teórico da conspiração’. Ele teve cargos muito importantes dentro do governo federal dos EUA, atuou como Assistente do Secretário Adjunto de Estado de três administrações diferentes, Nixon, Ford e Carter, além de trabalhar com Reagan e Bush pai, e ainda trabalha como consultor para o Departamento de Defesa-DoD. Ele é um ex-capitão da Marinha dos EUA, Pieczenik atingiu dois prestigiados prêmios Harry C. Solomon da Harvard Medical School além de simultaneamente completar um doutorado no consagrado MIT.

2001 – A Guerra ao Terror ou Guerra ao Terrorismo é uma iniciativa militar desencadeada pelos Estados Unidos a partir dos ataques (falso terrorismo) de 11 de setembro. O então Presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, declarou a ‘Guerra ao Terror’ como parte de uma estratégia global de combate ao ‘terrorismo’.

Inicialmente com forte apelo religioso neoconservador, George Bush chegou a declarar uma ‘Cruzada contra o Terror’ e contra o ‘Eixo do Mal’, no que ficou conhecido como Doutrina Bush. Isto gerou forte reação entre os aliados europeus (muito mais próximos dos países do Eixo do Mal), que acabaram exigindo maior moderação no uso de conceitos histórico-religiosos na retórica antiterror.

Assim que Bush fez seu discurso sobre as ‘cruzadas’- algo que é carregado de um tremendo significado para muçulmanos e cristãos EUROPEUS -, poucos dias depois do 11 de setembro, soube-se que o atentado seria tratado como um ato de guerra, com o que o governo dos EUA assumiria poderes muito maiores do que tinha para perseguir e deter pessoas no estrangeiro, assim como para promover a espionagem doméstica, tudo como se fosse uma guerra’, relata o advogado de direitos constitucionais Michael Ratner, do Center for Constitutional Rights.' (Wikipédia)

n/d Osama (Tim Osman) bin Laden.Osama (Tim Osman) bin Laden.

2001 – Guerra do Afeganistão. Em 07 de outubro, à revelia do Conselho de Segurança da ONU (que não aprovou a invasão) e em uma atitude unilateral, com apoio do Reino Unido, França e Canadá, as forças militares dos EUA invadiram o Afeganistão, em uma pseudo guerra ao terrorismo e a uma organização terrorista específica, a Al Qaeda.

2001 – A ‘organização terrorista’ Al-Qaeda (também Al-Qaida ou Alcaida;  árabe: القاعدة, transliterado el-Qā‘idah ou al-Qā‘idah, O alicerce ou A base) é declarada sua existência como uma ‘pretensa’ organização terrorista e fundamentalista islâmica internacional, constituída por células colaborativas e independentes que visam reduzir a influência não-islâmica sobre os assuntos islâmicos. Foi responsabilizada pelos ‘ataques terroristas’ de 11 de setembro de 2001 pelo governo (Bush) nos EUA.

São atribuídos à Al Qaeda diversos atentados a alvos civis ou militares na África, no Oriente Médio e na América do Norte, nomeadamente os ataques de 11 de setembro de 2001, em New York e em Washington, aos quais o governo norte-americano respondeu lançando a Guerra ao Terror. Seu fundador, líder e principal colaborador seria Osama bin Laden. A estrutura organizacional da Al-Qaeda e a ausência de dados precisos sobre seu funcionamento são fatores que dificultam estimativas sobre o número de membros que a compõem e a natureza de sua capacidade bélica. Diversos aspectos relacionados à rede são objetos de controvérsias.

2001 – Setembro - Texto integral de entrevista com Osama Bin-Laden (Usamah) dada em Setembro de 2001, ‘exclusiva’  ao  Jornal Ummat (em urdu), de Karachi, Paquistão, em 28 de setembro de 2001, páginas 1 e 7. Publicado no original em: http://ummat.com.pk

Cabul, Paquistão: Árabe proeminente, mujahedin guerreiro santo Usamah (Osama) Bin Laden, disse que ele ou seu grupo al-Qaida não teve nada a ver com os ataques suicidas de 11 de setembro em Washington e Nova York. Ele disse que o governo dos EUA deve encontrar os atacantes dentro do seu país. Em entrevista exclusiva ao diário ‘ Ummat ’, ele disse que esses ataques podem ser o ato daqueles que fazem parte do sistema americano e se rebelam contra ele e trabalham para algum outro sistema. Ou - Usamah disse - este poderia ser o ato de quem quer fazer do século atual, um século de conflito entre o Islã e o cristianismo ocidental. Ou então, os judeus americanos, que se opõem ao presidente Bush desde as eleições na Flórida, podem ser os mentores de tal ato ‘terrorista’. Há também uma grande possibilidade do envolvimento de agências de inteligência dos EUA, que necessitam de bilhões de dólares de fundos a cada ano. Ele disse que há um governo (secreto/oculto) dentro do governo dos Estados Unidos…

A ‘guerra ao terrorismo’ é uma guerra de conquista por território e suas riquezas minerais (petróleo) e o controle do planeta. A globalização é a marcha final para a ‘Nova Ordem Mundial’, dominada por Wall Street e pelo complexo industrial militar dos EUA. (Michel Chossudovsky)

2001 – Setembro, No mapa apresentado mais abaixo, uma ‘diferente’ visão do ORIENTE MÉDIO: O GRANDE ISRAEL: Em 04 de setembro de 2001 uma manifestação foi realizada em Jerusalém, para apoiar à ideia da implantação do Estado de Israel desde o RIO NILO (Egito) até o RIO EUFRATES (Iraque). Foi organizado pelo movimento Bead Artzein (‘Para a Pátria’), presidido pelo rabino e historiador Avrom Shmulevic de Hebron.

n/d  

De acordo com Shmulevic, ’Nós não teremos paz enquanto todo o território da Terra de Israel não voltar sob o controle judaico…. Uma paz estável só virá depois, quando ISRAEL tomar a si todas as suas terras históricas, e, assim, controlar tanto desde o CANAL de SUEZ (EGITO) até o ESTREITO de ORMUZ (IRÃ)… Devemos lembrar que os campos de petróleo iraquianos também estão localizados na terra dos judeus’.

General Wesley Clark.General Wesley Clark.

2001 – Novembro: ‘Quando eu voltei ao Pentágono em Novembro de 2001, um dos oficiais superiores do staff teve tempo para uma conversa. Sim, ainda estamos a caminho de ir contra o IRAQUE, disse ele (isso ainda em 2001). Mas havia mais. Isto estava sendo discutido (a invasão do Iraque) como parte de um plano maior de campanha militar de cinco anos, disse ele, e havia um total de sete países (a serem conquistados), a começar pelo IRAQUE, vindo a seguir a LÍBIA, SÍRIA, LÍBANO, SOMÁLIA, SUDÃO e IRÃ’.  Um depoimento do general Wesley Clark, do exército norte americano e antigo comandante-geral da OTAN.

2001 – Dezembro: Morre o ‘terrorista’ mais procurado do planeta, Osama Bin Laden e a notícia de seu funeral é publicada no Egito. Funeral de Osama Bin Laden, notícia foi publicada no jornal egípcio Al-Wafd, em dezembro, quarta-feira, 26, 2001, vol. 15, número 4633.

n/d

A notícia da morte de Osama Bin Laden e o seu Funeral 10 dias atrás, em 16 de dezembro de 2001: Islamabad – Paquistão. Um funcionário de destaque no movimento afegão dos Talibãs anunciou ontem a morte de Osama bin Laden, o chefe da organização Al-Q’aeda, indicando que Bin Laden sofreu sérias complicações nos pulmões e morreu de morte natural e tranquila. O funcionário, que pediu para permanecer anônimo, disse ao jornal The Observer do Paquistão, que ele próprio foi ao funeral de Bin Laden e viu seu rosto antes do enterro em Tora Bora 10 dias atrás. Ele mencionou que 30 combatentes da Al-Q’aeda compareceram ao enterro, assim como membros da sua família e alguns amigos do Talibã. Na cerimónia de despedida ao seu descanso final, tiros de armas foram disparados para o ar.

2002 – Em janeiro, todos países europeus abandonaram as suas moedas nacionais para compartilhar apenas uma moeda comum, o ‘Euro’. Além disso, o Tratado de Nice removeu mais poderes de países para dá-los para a Comissão Europeia. O que começou inocentemente, em 1952, como o (Comunidade Econômica Europeia, uma autoridade comum para regular a indústria do carvão e do aço entre países europeus) CEE, finalmente se transformou em um super-Estado europeu. Jean Monnet, um economista socialista francês e fundador da CEE, tinha isso em mente quando disse: ‘A união política (da Europa) se seguirá inevitavelmente à união econômica’. Ele também disse ainda em 1948: ‘A criação de uma Europa Unida deve ser considerada como um passo essencial para a criação de um Mundo Unido ’.

n/d

Quanto à área da América do Norte, a fusão de seus países membros está no bom caminho, com a passagem do Tratado de Livre Comércio entre o Canadá e os EUA, e, em seguida, no México. Nos próximos anos, este acordo de livre comércio deve incluir também todas as Américas do Sul e Central, com uma moeda e governo únicos para todos eles, nos moldes do que ocorreu na União Europeia.

2002 – O então Presidente do México Vicente Fox disse em 6 de Maio, em Madrid: ‘Eventualmente, o nosso objetivo a longo prazo é estabelecer com os Estados Unidos, e também com o Canadá, o nosso outro parceiro regional, um conjunto de conexões e instituições semelhantes às criadas pela União Europeia ‘(Seria a NAU-North American Union, unindo o Canadá, os EUA e o México em um ÚNICO país).

A União da América do Norte-NAU (North America Union) é a integração de Estados Unidos, Canadá e México inicialmente. A integração de nossas economias, a harmonização das leis, fronteiras abertas e tratamento nacional de fato significa a desintegração dos atuais três países como nações soberanas. Em última análise, mais tarde vai incluir todos os países da América do Sul, Central e do Norte em uma grande região. O conceito é exatamente o mesmo que a União Europeia.

2003 – Em 20 de março. A Invasão do Iraque iniciou-se a 20 de Março através de uma aliança entre os Estados Unidos, Reino Unido e muitas outras nações, numa aliança conhecida como a Coalizão. A ofensiva terrestre foi iniciada a partir do Kuwait, depois de uma série de ataques aéreos com mísseis e bombas a Bagdad e arredores, abrindo o caminho das tropas no terreno.

2003 - O mundo está à beira de uma nova guerra mundial, o ‘estado de emergência’ procurado pelos elitistas da NWO para impor a lei marcial nos EUA, a ‘Guerra contra o terrorismo’ (um conflito criado artificialmente, procurando opor o ocidente católico contra o mundo árabe muçulmano) criada para invadir os países do Oriente Médio, começando pelo Iraque, e os testes de implantação de microchip sob a pele em Porto Rico… todos esses movimento fazendo parte de um plano diabólico para a implantação de um estado marcial nos EUA e depois no resto do planeta visando a criação de um governo global totalitário.

n/d

2004 – ‘Em meados dos anos 1980, a ‘Al-QAEDA’ era  apenas um banco de dados localizado em um computador e dedicado à comunicação do secretariado da Organização da Conferência Islâmica.

George Bush e os integrantes de seu ‘governo’ precisavam de uma razão que atendesse a necessidade da lei para que ele pudesse seguir em frente na aplicação de sua política imperialista e de supressão dos direitos constitucionais. A Al Qaeda não era e nunca foi nem um grupo terrorista, nem uma propriedade pessoal de Osama bin Laden.

Existe uma campanha mundial de propaganda (falsa) para fazer o público (a massa desinformada, ignorante e manipulada) acreditar na existência de uma entidade identificada como a AL QAEDA, e os seus ‘integrantes’ apresentados como sendo o ‘diabo, o mal’. Tudo sendo apenas mais um plano da NWO – Nova Ordem Mundial (Illuminatis) para conduzir o ‘observador de TV comum de qualquer país’ para aceitar uma liderança unificada internacional (implantação de um governo mundial-New World Order) para implementar uma guerra contra o ’terrorismo’.

O país mais largamente usado por trás dessa falsa propaganda em busca desse objetivo é os EUA (através do seu governo secreto paralelo) e os lobistas para essa FALSA guerra dos EUA contra o terrorismo só estão interessados em ganhar MAIS dinheiro, MAIS controle e MAIS poder (independente de qual o fantoche instalado na Casa ‘Branca’ como presidente do país). A ‘AL QAEDA’: É Apenas Uma Base de Dados em computador.

Pouco antes de sua morte prematura, o ex-ministro do Exterior britânico Robin Cook disse à Câmara dos Comuns britânica que a ‘AL QAEDA’ não é realmente um grupo terrorista, mas um banco de dados internacional de mujaheddin (rebeldes muçulmanos) e contrabandistas de armas usados pela CIA e sauditas para canalizar guerrilheiros, braços e dinheiro no Afeganistão durante a ocupação do país pelos soviéticos. Cortesia de Assuntos Mundiais, um jornal com sede em Nova Delhi-Índia.

2004 – George Walker Bush se reelege como presidente dos EUA.

2005 – Publicado o livro ‘Rogue State’, que denuncia entre outros escândalos o envolvimento da Inglaterra como um dos parceiros dos EUA no Projeto ECHELON, que segundo o jornalista americano de Washington, Willian (Bill) Blum, é uma ‘massiva rede de espionagem global, com estações de intercepção de comunicações altamente automatizadas’ que pratica a espionagem em todo o mundo.’ Agindo como um ‘aspirador gigantesco’ no céus do planeta inteiro, a Agência de Segurança Nacional (NSA-National Security Agency) dos EUA suga tudo: telefone residencial, telefone do escritório, telefone celular, e-mail, fax, telex, rádio, TV, etc.

n/d  

Chamando essa espionagem feita em massa no planeta de maior invasão de privacidade que jamais existiu, Willian (Bill) Blum diz que o incessante e incansável sistema de espionagem ilegal suga talvez bilhões de mensagens diárias, incluindo as comunicações entre personalidades de diferentes países, como de primeiros-ministros, de presidentes, diplomatas, o secretário-geral da ONU, do papa, embaixadas, da organização Anistia Internacional, Christian Aid, as empresas transnacionais e também que ‘se Deus tiver um telefone, ele também ESTARIA sendo monitorado’. n/d

Transmissões via satélite, radiocomunicações, tráfego de comunicações em fibra ótica, links de microondas, voz, imagens de texto (que são) capturadas por satélites que orbitam a terra continuamente e, em seguida, as informações são processadas por computadores de alta potência’, Blum escreve em seu livro ‘Rogue State’ (O Estado Trapaceiro/Velhaco) (Commom Courage Press).

2007 – O Programa PRISM é um programa de vigilância eletrônica altamente secreto mantido pela agência de segurança nacional (NSA) dos Estados Unidos criado em 2007. O programa tem como objetivo o monitoramento e a avaliação de mídias eletrônicas, de maneira a possibilitar não apenas a recuperação de informações armazenadas sobre um alvo (pessoa, empresa, etc) em específico, mas também a vigilância de comunicações em tempo real. 

n/d

O programa permite a escolha de qualquer cliente das empresas participantes, independentemente de estes serem cidadãos norte-americanos e de estarem ou não nos Estados Unidos. O PRISM seria capaz de fornecer à NSA diversos tipos de mídia sobre os alvos escolhidos, como correio eletrônico, conversas por áudio e por vídeo, vídeos, fotos, conversações usando voz sobre IP, transferências de arquivos, notificações de login e outros detalhes pertinentes a redes sociais.

2008 – Já no período final do segundo mandato de George Bush na presidência dos EUA eclode a crise (produzida intencionalmente buscando um resultado bem definido, que foi conseguido parcialmente) que foi chamada de a Grande Recessão, que é uma crise econômica global que ainda nos dias de hoje se faz sentir após a crise financeira internacional precipitada pela falência do tradicional banco de investimento estadunidense Lehman Brothers, fundado em 1850.

n/d

Em efeito dominó, outras grandes instituições financeiras quebraram, no processo também conhecido como ‘crise dos subprimes‘. Alguns economistas, no entanto, consideram que a crise dos subprimes tem sua causa primeira no estouro da ‘bolha da Internet’ (em inglês, dot-com bubble), em 2001, quando o índice Nasdaq (que mede a variação de preço das ações de empresas de informática e telecomunicações) despencou.

A queda do índice Dow Jones no mercado de ações entre 2006 e final de 2008, o auge da crise. Desde outubro de 2008 a crise financeira global levou à falência muitas instituições financeiras nos EUA e nos países europeus, ameaçando o sistema financeiro global.

 

De todo modo, a quebra do Lehman Brothers foi seguida, no espaço de poucos dias, pela falência técnica da maior empresa seguradora dos Estados Unidos da América, a American International Group (AIG). O governo norte-americano (BUSH), que se recusara a oferecer garantias para que o banco inglês Barclays adquirisse o controle do cambaleante Lehman Brothers, alarmado com o efeito sistêmico que a falência dessa tradicional e poderosa instituição financeira – abandonada às ‘soluções de mercado’ – provocou nos mercados financeiros mundiais, resolveu, em vinte e quatro horas, injetar oitenta e cinco bilhões de dólares de dinheiro público na AIG para salvar suas operações. Mas, em poucas semanas, a crise norte-americana já atravessava o Atlântico: a Islândia estatizou o segundo maior banco do país, que passava por sérias dificuldades.

As mais importantes instituições financeiras do mundo, Citigroup e Merrill Lynch, nos Estados Unidos; Northern Rock, no Reino Unido; Swiss Re e UBS, na Suíça; Société Générale, na França declararam ter tido perdas colossais em seus balanços, o que agravou ainda mais o clima de desconfiança, que se generalizou. No Brasil, as empresas Sadia, Aracruz Celulose e Votorantim anunciaram perdas bilionárias. Para evitar o colapso, o governo norte-americano reestatizou as agências de crédito imobiliário Fannie Mae e Freddie Mac, privatizadas em 1968, que agora, a partir de 2008, ficarão sob o controle do governo dos EUA por tempo indeterminado. (Wikipédia)

2008 – Em outubro, a Alemanha, a França, a Áustria, os Países Baixos e a Itália anunciaram pacotes que somaram cerca de €$ 1,17 trilhão de euros (US$ 1,58 trilhão /R$ 2,76 trilhões) em ajuda aos seus sistemas financeiros. O PIB da Zona do Euro teve uma queda de 1,5% no quarto trimestre de 2008, em relação ao trimestre anterior, a maior contração da história da economia da zona do Euro.

n/d

2009 – Em 05 de janeiro, Henry Kissinger (um sionista) ex Secretário de Estado do Presidente Nixon, muito envelhecido, disse à CNBC em entrevista que ele acredita que a atual crise econômica mundial é uma ’grande oportunidade’ para o presidente Obama, então eleito recentemente, para ajudar a criar uma ‘nova ordem mundial’.

‘O que você acha mais importante para Barack Obama? ‘ Kissinger foi perguntado. ’

Kissinger respondeu: ‘O presidente eleito está chegando agora no escritório num momento em que há revoltas em muitas partes do mundo ao mesmo tempo. Você tem a Índia e o Paquistão. Você tem, ah, um movimento jihadista.’ ‘Mas’, continuou Kissinger, ‘ele pode dar novos imputs para a política externa norte-americana, em parte porque a ascensão dele é tão extraordinária e admirável’. 

‘Eu acho que a sua tarefa será desenvolver uma estratégia global para a América neste período, quando na verdade uma ‘Nova Ordem Mundial’ pode ser criada. É uma grande oportunidade’. Em resposta a uma pergunta de despedida, Kissinger acrescentou que ‘o gabinete de Obama é um ‘grupo de pessoas extremamente capazes’.

A frase ‘Nova Ordem Mundial’ volta no tempo a pelo menos até 1940, quando o autor HG Wells usou-a como o título de um livro sobre um governo mundial socialista e unificado.

2009 – 20 de janeiro, Barack Hussein Obama assume a presidência dos EUA como o 44º presidente dos EUA, como o primeiro negro a ocupar a Casa Branca na ‘chefia’ do país.

2009 –  O então presidente do Grupo Bilderberg Étienne Davignon, em uma entrevista chegou até mesmo a se gabar de como a  moeda única do Euro foi uma criação  do Grupo Bilderberg. 

2010 – Lucas D. Smith, em entrevista de 01 de setembro de 2010 com o Post & Email, disse que, com o financiamento de um doador privado, enviou cartas certificadas para todos os membros do Congresso americano, em Washington, datada de 04 julho de 2010 que contém cópia do documento de que o local verdadeiro e original de nascimento  de Barack H. Obama é em Mombasa, no Quênia.

 

n/d

A carta começa por fazer referência ‘que Barack H Obama nasceu no Quênia. Eu, pessoalmente, obtive a partir do hospital de seu nascimento e agora tenho na minha posse uma cópia autenticada do seu registro de nascimento original do protetorado britânico (na época do nascimento de Obama) no Quênia.’

A revista GLOBE, em sua edição de setembro de 2010 pergunta: ONDE OBAMA ‘REALMENTE’ NASCEU? uma resposta que assombra o presidente reeleito dos EUA ainda nos dias de hoje.

Lucas D. Smith afirma claramente: ‘Barack Hussein Obama II não é um cidadão natural dos Estados Unidos da América. O atual Presidente Obama nasceu em Mombasa, no Quênia, protetorado britânico da Província Costeira no Hospital Geral em 1961’, acrescentando: ’Eu tenho prova desse fato‘. Neste caso a presidência atual dos EUA, na pessoa de Barack H. Obama, seria COMPLETAMENTE ILEGAL pois ele não seria um cidadão natural (nascido nos EUA) norte americano.

2010 – O ex-Secretário-Geral da OTAN e um membro do Grupo Bilderberg, Willy Claes, admitiu que os participantes dos encontros anuais do Grupo Bilderberg são obrigados a implementar as decisões que são formuladas durante a conferência anual desses donos do poder. Em 2009, o presidente Bilderberg Étienne Davignon, chegou até mesmo a se gabar de como a moeda única do Euro foi uma criação do Grupo Bilderberg.

2011 – 1º de maio, A FARSA CONTINUA, com o anúncio pelo governo dos EUA da morte de Osama Bin Laden em uma fortaleza na cidade de Abbotabbad, no Paquistão, próximo à fronteira com o Afeganistão. Foi durante uma ‘pretensa’ operação de captura (de alguém que já havia morrido há dez anos) por membros do esquadrão anti-terrorismo do Exército dos EUA e membros do SEAL Team 6 da Marinha dos EUA em Abbottabad, em 04 de maio de 2011. 

2011 – Setembro: Paul Craig Roberts declara em artigo publicado nos EUA: 'A Guerra ao Terrorismo dos EUA é uma FARSA (mais uma…). É extraordinário que tantos cidadãos norte americanos, cidadãos da única superpotência do mundo, realmente acreditem que estão a ser ameaçados por povos muçulmanos que não têm unidade, nem marinha, nem força aérea, nem armas nucleares, nem mísseis capazes de cruzar os oceanos e tampouco exército treinado e disciplinado. 

Durante dez anos (a primeira década do século XXI), a população da ‘superpotência’ americana assistiu sentada, sendo apavorada pelas mentiras do seu governo. Enquanto os americanos vivem assustados com medo de ‘terroristas’ não existentes, milhões de pessoas em seis países tiveram suas vidas destruídas. Tanto quanto existe de evidência, a vasta maioria dos americanos não está perturbada pelo assassínio desumano de outras pessoas em países que sequer são capazes de localizar nos mapas’. …

Paul Craig Roberts serviu/trabalhou como Secretário do Tesouro no governo Reagan ganhou fama como um co-fundador da política Reaganomics. Ele é um ex-editor e colunista do Wall Street Journal , Business Week , e Howard Scripps News Service

  A revista GLOBE, em sua edição de setembro de 2010 pergunta: ONDE OBAMA REALMENTE NASCEU? uma resposta que assombra o presidente reeleito dos EUA ainda nos dias de hoje. A revista GLOBE, em sua edição de setembro de 2010 pergunta: ONDE OBAMA REALMENTE NASCEU? uma resposta que assombra o presidente reeleito dos EUA ainda nos dias de hoje.

2013 – Barack Hussein Obama, sem ter ainda resolvido a controvérsia sobre o seu real local de nascimento, se reelegeu e assume a presidência dos EUA, como o seu 44º presidente.

2013 – JUNHO, dia 06, os jornais The Guardian (Inglaterra) e o The Washington Post (EUA) publicam o que viria a ser chamado de Caso Snowden, um escândalo que revelou o programa PRISM de espionagem de comunicações da internet efetuado pela agência de segurança NSA dos EUA em conjunto com as maiores empresas de TI do planeta, Microsoft, Yahoo, Google, Apple, Facebook, Dropbox, etc… 

Logo após a publicação das reportagens pelos jornais The Guardian e pelo The Washington Post, o diretor nacional de inteligência dos EUA, James Clapper, publicou uma declaração confirmando que o Governo dos Estados Unidos esteve usando pelos últimos seis anos as grandes companhias provedoras de serviços de Internet para coletar informações sobre estrangeiros fora dos EUA ‘em defesa contra ameaças à segurança nacional’. Uma parte da declaração dizia ainda que ‘os artigos do The Guardian e The Washington Post referem-se à coleta de informações de acordo com a seção 702 do Foreign Intelligence Surveillance Act (FISA)

2013 – Em 18 de julho a cidade de DETROIT, no estado de Michigan, nos EUA, declarou bancarrota, tornando-se a maior cidade dos Estados Unidos a declarar moratória. O valor da dívida, adianta por seu lado o New York Times, não é consensual, as estimativas variando ‘entre os 18 a 20 bilhões de dólares’. Isto dá entre 13,7 bilhões a 15,2 bilhões de euros, segundo a atual taxa de câmbio. A Reuters cita estimativas de 18,5 bilhões de dólares. A principal fonte de renda da cidade é a indústria automobilística. Detroit abriga a sede da General Motors, e a sede da Ford Motor Company está localizada em Dearborn, parte da região metropolitana de Detroit. Durante o século XIX desenvolveu-se graças ao seu porto e no século XX tornou-se o maior centro mundial da indústria automobilística.

2014 – UCRÂNIA – Após uma série violenta de protestos, com agentes ocidentais pagos para desestabilizar o governo democraticamente eleito, na Ucrânia o governo é derrubado e é instalado um grupo de novos governantes, meros fantoches dos interesses de quem trabalha para os Illuminati, de novamente opor a Rússia contra a Europa e EUA, revivendo os tempos de Guerra Fria entre Ocidente e a antiga URSS comunista.

 

Aqui se encerra a descrição dos atos estratégicos que foram realizados até o ano 2014, com o propósito de promover uma Nova Ordem Mundial – o governo único mundial, o governo dos dez reis, que entregarão seu poder ao anticristo. 

 

E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta.’ (Apocalipse 17:12)

 

Acesse a Parte 1

Acesse a Parte 2

 

Fonte: https://thoth3126.com.br

 

 

Leia também:

 

Virgem Maria: Este não é um momento qualquer, é o momento dos momentos em que dez nações serão as que tomarão o poder sobre a Terra e os seus dez líderes serão os que representarão a Nova Ordem Mundial (28-01-2016)

 


Busca


Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018





Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol