‹ voltar



‘SE A MIM ME PERSEGUIRAM, TAMBÉM PERSEGUIRÃO A VÓS’ (João 15, 20) Número de perseguições contra cristãos aumentou em 2018 no mundo

n/d

As perseguições contra cristãos aumentaram em 2018 no mundo pelo sexto ano consecutivo, de acordo com a ONG Portas Abertas, que publicou nesta quarta-feira (16-01-2019) o seu índice anual.

Esta organização protestante analisa a situação dos cristãos que são vítimas de opressão, discriminação e até assassinatos em 50 países do mundo.

No total, 245 milhões de cristãos – católicos, ortodoxos, protestantes, batistas, evangélicos, pentecostais, cristãos expatriados, convertidos – são perseguidos, o que equivale a ‘um a cada nove cristãos’, em comparação com um em cada doze no ano passado, de acordo com a organização.

O número de cristãos mortos aumentou de 3.066 para 4.305 entre novembro de 2017 e outubro de 2018, um aumento de 40%.

‘O índice revela uma perseguição contra as minorias cristãs que aumenta ano após ano’, escreve Michel Varton, diretor da Portas Abertas, neste relatório.

‘O que chama a atenção é que a África se tornou o centro da violência contra os cristãos’, com 4.165 mortes. ‘Apenas a Nigéria registrou 3.731 assassinatos, contra 2.000 em 2017’, informou à AFP.

Este país enfrenta uma dupla ameaça, a representada pelo grupo extremista islâmico Boko Haram, que é ‘cada vez mais violento’, e a dos ‘pecuaristas peuls, que descem ao sul do país e atacam sistematicamente aldeias cristãs’.

No entanto, é a Coreia do Norte que mais uma vez lidera este ranking anual. Mas o número de mortes neste país é desconhecido devido à falta de ‘dados confiáveis’.

A ONG diz que ‘dezenas de milhares de cristãos estão presos em campos de trabalhos forçados’.

A organização também alerta sobre a situação no México, onde ‘organizações criminosas e cartéis de drogas atacam os cristãos porque consideram as igrejas como fontes de renda’, enquanto na Colômbia, segundo essa organização, ‘grupos criminosos ameaçam os cristãos que se opõem à sua autoridade e muitas vezes os forçam a pagar um imposto pela sua proteção ‘.

O Afeganistão, a Somália, a Líbia, o Paquistão, o Sudão, a Eritreia, o Iêmen, o Irã, a Índia e a Síria, estão na lista de países onde ocorre ‘extrema perseguição’ de cristãos.

A ONG considera que ‘o extremismo islâmico é um fator importante na perseguição de cristãos em 38 dos 50 países do índice’, especialmente na África, Oriente Médio e Ásia.

Em um ano, ‘o número de igrejas atacadas, danificadas ou incendiadas (…) quase duplicou, passando de 793 para 1.847’, enquanto ‘o número de cristãos detidos aumentou de 1.905 para 3.150’ no mesmo período.

 

Fonte: https://istoe.com.br/numero-de-perseguicoes-contra-cristaos-aumentou-em-2018/

 

‘E, por causa do meu Nome, sereis odiados por todos.’ (Mt 10, 22) 


Busca


Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2019





Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol