‹ voltar

E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas. (Lc 21, 25-26) Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. (Mt 24, 7)


'E HAVERÁ SINAIS NO SOL, NA LUA E NAS ESTRELAS...' (Lc 21, 25) - Terra sofre a tempestade solar mais forte da última década

Chegou à Terra nesta sexta-feira, 08-09-2017, a segunda nuvem de partículas da tempestade magnética mais forte dos últimos 11 anos, que atingiu o planeta há dois dias. A tempestade solar foi de categoria G4, a segunda mais forte da escala de 1 a 5. O fenômeno causou blecautes nas comunicações de rádio e problemas com os sistemas de navegação GPS.

Em entrevista à ANSA, o físico solar Mauro Messerotti, do Observatório de Trieste, explicou os danos do fenômeno. 'A tempestade bateu no campo magnético da Terra algumas horas mais cedo do que a previsão inicial. Ela criou problemas nas comunicações de rádio em regiões polares, mesmo em latitudes mais baixas, e perturbou os sistemas de navegação GPS, porque a atmosfera estava cheia de partículas eletricamente carregadas e receptores não podiam captar os sinais enviados pelos satélites', informou.

O fenômeno também provocou auroras boreais com brilhos mais intensos do que o habitual, sendo possível vê-las claramente em todas as regiões polares, como também em latitudes mais baixas, como aconteceu no estado de Arkansas, nos Estados Unidos. Já nos países nórdicos, o brilho das auroras atrapalhou até o trânsito em algumas regiões.

 

Fonte: http://www.opovo.com.br/noticias/mundo/2017/09/terra-sofre-a-tempestade-solar-mais-forte-da-ultima-decada.html

 

Também, trazemos abaixo um vídeo com a reportagem de um ex-engenheiro da NASA que já teria alertado que a combinação de fatores, incluindo o máximo solar (pico da atividade do Sol, com tempestades solares), estaria causando, entre os meses de junho a setembro (2017), muitas tragédias, como enchentes, tsunamis, terremotos, que deixariam o mundo em alerta. Realmente! Estamos perplexos de ver 3 grandes furacões alinhados girando no Atlântico simultâneamente, algo nunca visto antes!   

 


Busca


Quarta-feira, 23 de Maio de 2018





Acessos

Curta nossa página no facebook



Rainha Maria

Glória de Deus

Mulher Vestida de Sol