‹ voltar



Triságio à Santíssima Trindade

 

Triságio do grego, tris-agion significa (três vezes Santo), é o nome que se dá à aclamação de louvor ‘Santo Deus, Santo Forte, Santo Imortal’, testemunhado pela primeira vez no Concílio de Calcedônia (451). O triságio encontra suas raízes no Antigo Testamento, no livro de Isaías, capítulo 6, versículo 3: ‘Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos, a terra inteira está repleta de sua glória.’

Origem sobrenatural do Triságio

O Triságio à Santíssima Trindade não é uma invenção do engenho humano, mas a obra do próprio Deus, que o inspirou ao profeta Isaías (6:1-8) quando ouviu como os serafins o cantaram para exaltar a glória do Criador. 

Na escola dos mesmos Serafins e demais coros celestiais foi onde milagrosamente o aprendeu um menino que, como São Paulo, foi arrebatado ao céu, como nos contam as histórias eclesiásticas. n/d

No ano 447, quando Teodósio o Jovem era Imperador do Oriente, houve um terremoto quase universal e muito violento, e que, por sua duração e seus terríveis estragos, foi o mais notável de todos os que até então tinham sido vistos. Incalculável foi o dano que seis meses de tremores quase contínuos causaram aos edifícios mais suntuosos de Constantinopla e em toda a famosa muralha de Quersoneso. A terra se abriu em muitos lugares, e cidades inteiras foram enterradas em suas entranhas; fontes secaram e novas surgiram; e tal foi a violência dos tremores que arrancaram árvores muito grandes, montanhas apareceram onde outrora havia planícies, e buracos profundos onde outrora havia montanhas. O mar jogava peixes de grande magnitude nas praias, e as praias e navios ficavam sem água, que iam inundar grandes ilhas.

Diante desta situação, julgou-se prudente abandonar as cidades, e assim o fizeram os habitantes de Constantinopla, juntamente com o imperador Teodósio, sua irmã Pulcheria, São Proclo, então patriarca daquela Igreja, e todo o seu clero.

Reunidos em um lugar chamado El Campo, dirigiam ao Céu fervorosas súplicas e grandes clamores, pedindo socorro em tão terrível necessidade, quando um dia, entre oito e nove horas da manhã, a terra tremeu tão extraordinariamente que não demorou muito para causar a mesma devastação que o dilúvio universal. A este susto, sucedeu-se a  admiração face ao seguinte prodígio: Um menino de poucos anos de idade foi arrebatado pelos ares, à vista de todos os que estavam em El Campo, que o viram subir até perderem-no de vista. Depois de muito tempo, ele desceu à terra do mesmo modo que havia sido arrebatado ao céu; e então, colocado na presença do Patriarca, do Imperador e de toda a multidão maravilhada, contou como, sendo admitido nos coros celestiais, ouviu os Anjos cantarem estas palavras: Santo Deus, Santo forte, Santo Imortal, tende misericórdia de nós; e como lhe foi ordenado que desse a conhecer esta visão a todos os que ali estavam reunidos. Tendo dito estas palavras, a criança morreu.

São Proclo e o imperador, tendo ouvido este relato, ordenou unanimemente que todos cantassem este cântico sagrado em público, e imediatamente o terremoto cessou, e a terra inteira ficou quieta. Daí surgiu o uso do Triságio, que o Conselho Geral de Calcedônia prescreveu para todos os fiéis, como forma de invocar a Santíssima Trindade em tempos de desastre e calamidade. Por isso, ele mereceu a aprovação de tantos Prelados da Igreja, que apoiaram sua prática, enriquecendo-a com o tesouro das indulgências e, por fim, veio a ser impresso e reimpresso tantas vezes, sempre com aplausos e aceitação universal por todos, segurando-o como um escudo impenetrável contra todos os males que afligem a terra.

Em tempos mais recentes, o Padre Pio de Pietrelcina exortou seus fiéis a terem uma grande devoção à Santíssima Trindade, especialmente a recitação do Triságio, e à famosa estigmatizada espanhola, Madre Esperanza de Jesús Alhama, fundadora das Servas e Filhos do Amor Misericordioso, também o rezava diariamente, e quando algum problema surgia ou quando eles estavam em alguma necessidade, ela imediatamente começava a oração com todas as suas freiras e ordenava também que ele fosse recitado em todas as suas Casas e por longos períodos de tempo.

O Papa Clemente XIV concedeu 100 dias de indulgência para cada dia que se reze: 100 mais três vezes no dia, nos domingos, na festa da Santíssima Trindade e durante a sua oitava, e Indulgência Plenária a quem o rezar todos os dias durante um mês, confessando e comungando no dia do mês que se escolher.

Invocação semelhante Nosso Senhor ensinou à Santa Faustina: ‘Santo Deus, Santo Forte, Santo Imortal, tende piedade de mim e de todos os pecadores, etc’ , jaculatória que a Santa rezava entre uma dezena e outra do terço.

Santo Antônio Maria Claret, depois de uma locução que teve em La Granja (Segóvia), em 27 de agosto de 1851, na Igreja do Rosário, disse que "a salvação da Espanha se baseava em três devoções: o Triságio, o Santíssimo Sacramento e o Rosário". Irmã Lúcia de Fátima, durante sua estada em Tuy (Pontevedra) em junho de 1929, teve uma visão da Santíssima Trindade e foi também uma grande amante desta devoção.

 

Oração do Triságio

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Oferecimento (Para ganhar as indulgências da oração do Triságio)

Rogamos-te, Senhor, pelo estado da Santa Igreja e Prelados dela; pela exaltação da fé católica, extirpação das heresias, paz e concórdia entre os príncipes cristãos, conversão de todos os infiéis, hereges e pecadores; pelos agonizantes, pelas benditas almas do purgatório e pelos mais piedosos fins de nossa Santa Madre Igreja. Amém.

V. Bendita seja a santa e indivídua Trindade, agora e sempre por todos os séculos dos séculos.
R. Amém.
V. Abri, Senhor, meus lábios.
R. E a minha boca anunciará vossos louvores.
V. Meu Deus, em meu favor benigno atende.
R. Senhor, apressai-vos a socorrer-me.
V. Glória seja ao Eterno Pai.
Glória seja ao Eterno Filho.
Glória ao Espírito Santo.
R. Amém. Aleluia.

(no tempo da Quaresma se diz conforme abaixo):

R. Louvor seja a ti, Senhor, Rei da eterna glória.

Ato de Contrição

Amorosísimo Deus, trino e uno, Pai, Filho e Espírito Santo, em quem creio, em quem espero, a quem amo com todo o meu coração, corpo, alma, sentidos e potências; por serdes Vós meu Pai, meu Senhor e meu Deus, infinitamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas; pesa-me, Trindade Santíssima, pesa-me, Trindade misericordiosíssima, pesa-me, Trindade amabilíssima, de vos ter ofendido só por serdes Vós quem sois; proponho, e vos dou palavra, de nunca mais vos ofender e de morrer antes do que pecar; espero de vossa suma bondade e misericórdia infinita, que me perdoareis todos os meus pecados, e me dareis graças para perseverar num verdadeiro amor e cordialíssima devoção a vossa sempre amabilíssima Trindade. Amém.

Hino: 

Já se afasta o sol radioso  /  Ó luz perene, ó Trindade  /  Infunde em nós ardoroso  /  O fogo da caridade  /  Na alvorada te louvamos  /  E na hora vespertina  /  Concede-nos que o façamos  /  Também na glória divina  /  Ao Pai, ao Filho e a Ti  /  Espírito consolador  /  Sem cessar como até aqui  /  Se dê eterno louvor  /   Amém.

Oração ao Pai

Ó Pai Eterno, fora o prazer de vos possuir, eu não vejo mais do que tristeza e tormento, embora digam outra coisa os amadores da vaidade. Que me importa que diga o sensual que sua felicidade está em gozar de seus prazeres? Que me importa que diga também o ambicioso que seu maior contentamento é gozar de sua glória vã? Eu pela minha parte nunca cessarei de repetir com vossos Profetas e Apóstolos, que a minha suma felicidade, meu tesouro e minha glória é unir-me a meu Deus, e manter-me inviolavelmente unido a Ele.

(Recita-se:) 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria

9 vezes: Santo, Santo, Santo, Senhor Deus dos exércitos, cheios estão os céus e a terra de vossa glória. Glória ao Pai, Glória ao Filho, Glória ao Espírito Santo.

Oração ao Filho

Ó Verdade eterna, fora da qual eu não vejo outra coisa senão enganos e mentiras. Oh! E como tudo me aborrece à vista de vossos suaves atrativos! Oh! Como me parecem mentirosos e asquerosos os discursos dos homens, em comparação das palavras da vida, com as quais Vós falais ao coração daqueles que vos escutam. Ah! Quando será a hora em que Vós me tratareis sem enigma e me falareis claramente no no seio de vossa glória? Oh! Que trato! Que beleza! Que luz!

(Recita-se:) 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria

9 vezes: Santo, Santo, Santo, Senhor Deus dos exércitos, cheios estão os céus e a terra de vossa glória. Glória ao Pai, Glória ao Filho, Glória ao Espírito Santo.

Oração ao Espírito Santo

Ó Amor, ó Dom do Altíssimo, centro das doçuras e da felicidade do mesmo Deus; que atrativo para uma alma ver-se no abismo de vossa bondade e toda cheia de vossas inefáveis consolações! Ah! Prazeres enganadores! Como haveis de poder comparar-vos com a menor das doçuras que um Deus, quando quer, sabe derramar sobre uma alma fiel? Oh! Se uma só partícula delas é tão deliciosa, quanto mais será quando Vós as derramardes como uma torrente sem medida e sem reserva? Quando será isto, meu Deus, quando será?

(Recita-se:) 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria

9 vezes: Santo, Santo, Santo, Senhor Deus dos exércitos, cheios estão os céus e a terra de vossa glória. Glória ao Pai, Glória ao Filho, Glória ao Espírito Santo.

Antífona

A ti, Deus Pai, a ti, Filho Unigênito, a ti, Espírito Santo, Paráclito, santa e indivídua Trindade, de todo coração te confessamos, louvamos e bendizemos. A ti seja dada a Glória pelos séculos dos séculos. Amém.

V. Bendigamos ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo.  /  R. Louvemo-lo e exaltemo-lo em todos os séculos.

Oração

Senhor Deus uno e trino, dai-me continuamente vossa graça, vossa caridade e a vossa comunicação para que no tempo e na eternidade vos amemos e glorifiquemos. Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, numa deidade por todos os séculos dos séculos. Amém.

n/d

 

SÚPLICA À SANTÍSSIMA TRINDADE

  • Pai Eterno, Onipotente Deus! Que toda criatura vos ame e glorifique (repetir esta última parte nas demais invocações abaixo)
  • Verbo Divino, Imenso Deus!  (...)
  • Espírito Santo, Infinito Deus! ...
  • Santíssima Trindade e um só Deus Verdadeiro!...
  • Rei dos Céus, Imortal e Invisível!...
  • Criador, conservador e governador de todo o criado!...
  • Vida nossa, em Quem, por Quem, de Quem e por Quem vivemos!...
  • Vida Divina e uma em três pessoas!...
  • Céu divino de excelcitude majestosa!...
  • Céu Supremo do céu, oculto aos homens!...
  • Sol Divino e incriado!...
  • Círculo perfeitíssimo de capacidade infinita!...
  • Alimento Divino dos anjos!...
  • Belo íris, arco de clemência!...
  • Astro primeiro e Trino, que iluminais o mundo!...
  • De todo o mal de alma e Corpo! R: Livrai-nos, Trino Senhor(repetir esta última parte nas demais invocações abaixo)
  • De todo pecado e ocasião de culpa! ...
  • De Vossa ira e indignação! ...
  • Da morte repentina e improvisa! ...
  • Das insídias e assaltos do demônio! ...
  • Do espírito de desonestidade e das suas sugestões! ...
  • Da concupiscência da carne! ...
  • De toda ira, ódio e má vontade! ...
  • Das pragas, da peste, fome, guerra e terremotos! ...
  • Dos inimigos da fé católica! ...
  • De nossos inimigos e suas maquinações! ...
  • Da morte eterna! ...
  • Por Vossa Unidade em Trindade e Trindade em Unidade! ...
  • Pela igualdade essencial de vossas pessoas! ...
  • Pela sublimidade do mistério de vossa Trindade! ...
  • Pelo inefável nome da Vossa Trindade! ...
  • Pelo portentoso de Vosso Nome, Uno e Trino! ...
  • Pelo muito que vos agradam as almas que são devotas de Vossa Santíssima Trindade! ...
  • Pelo grande amor com que livrais dos males aos povos onde há algum devoto de Vossa Trindade Amável! ...
  • Pela virtude divina, que nos devotos de vossa Trindade Santíssima, reconhecem os demônios contra si mesmos! ...
  • Nós pecadores! R: Rogamo-Vos, ouvi-nos(repetir esta última parte nas demais invocações abaixo)
  • Que saibamos resistir ao demônio com as armas da devoção à Vossa Trindade! ...
  • Que embelezeis cada dia mais, com as cores da Vossa graça, Vossa imagem que está em nossas almas! ...
  • Que todos os fiéis se esmerem em ser muito devotos de Vossa Santíssima Trindade ! ...
  • Que todos alcancemos as muitas felicidades que estão vinculadas para os devotos dessa Vossa Trindade adorável! ...
  • Que ao confessarmos os mistérios de Vossa Trindade, se desfaçam os erros dos infiéis! ...
  • Que todas as almas do purgatório gozem muito refrigério em virtude do Mistério de Vossa Trindade! ...
  • Que Vos digneis ouvir-nos pela Vossa piedade! ...
  • Santo Deus, Santo Forte, Santo Imortal, livrai-nos, Senhor, de todo mal! ...

Obséquios ou oferecimentos à Santíssima Trindade
1. Ó beatíssima Trindade, eu vos prometo que com todo esforço e empenho hei de procurar salvar minha alma, visto como Vós a criastes à vossa imagem e semelhança e para o céu. E também por amor Vosso procurarei salvar as almas de meu próximo.
2. Para salvar minha alma e dar-vos glória e louvor, sei que hei de guardar a Divina Lei; eu empenho minha palavra de a guardar como a menina de meus olhos e procurar, outrossim, que os outros a guardem.
3. Aqui na terra hei de exercitar-me em louvar-Vos e espero fazê-lo depois com maior perfeição no céu; e por isso com frequência rezarei o Triságio e o verso: ’Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo’. E procurarei, além disso, que os outros Vos louvem. Amém.
 

 

Jesus Cristo à confidente Luz de Maria (www.revelacionesmarianas.com) :

 

“Rezai à Minha Mãe, vinde receber-Me dignamente preparados, consagrai-vos aos Nossos Sagrados Corações, retomai a oração do Santo Triságio, é bálsamo para a Nossa Trindade.” (Em 19-04-2017)

“Vós não escutais prédicas regulares sobre o Purgatório, e a Humanidade perdeu aquilo que seria um grande auxílio e benção para as almas que lá se encontram: a oração do Santo Rosário e a oração do Santo Triságio em intenção pelas almas que se encontram no Purgatório à espera de que Minha Mãe Santíssima e os Anjos a Seu cargo os tragam a Nossa Presença.” (Em 26-11-2017)

“Haveis negligenciado rezardes o Triságio e onde existe um só devoto do Santo Triságio esse lugar será livrado de grandes males.” (Em 06-05-2015)


Busca


Terça-feira, 02 de Março de 2021







Acessos




Mulher Vestida de Sol