‹ voltar



Poetisa belga defende a pedofilia: "As pessoas devem aceitar que a pedofilia resida em cada um de nós".

 

Por Jack Murphy
13 Agosto 2021
Fonte: https://neonnettle.com/news/16299-progressive-belgian-poet-people-must-accept-that-pedophilia-resides-in-each-of-us-

 

Uma poetisa belga que trabalha na cidade de Bruges escreveu uma carta condenando a demonização dos pedófilos, argumentando que as pessoas precisam aceitá-los. Delphine Lecompte escreveu uma carta respondendo a uma investigação sobre um ator acusado de abusar sexualmente de crianças. Lecompte argumentou que os pedófilos são "um grupo marginalizado e vulnerável que tem sido tratado como uma escória doentia pela comunidade moralista por anos".

Apesar da reação massiva devido a seus comentários, ela ainda continua empregada por Bruges.

Lecompte continuou na carta que "a maioria dos pedófilos nunca se envolve em atos de pedofilia" e "que todo ser humano às vezes é atraído pela inocência e pela juventude". "Eu acho muito perigoso demonizar e silenciar os pedófilos".

"Desta forma, o pedófilo é quase forçado a uma posição de ilegalidade e de criminalidade pervertida. Se você grita com alguém por tempo suficiente, "Você está doente e nojento, fique debaixo de uma pedra!" você só recebe os excessos pedófilos e a pornografia infantil que todos nós queremos evitar".

"Eu acho que seria mais sábio conhecer e aceitar o pedófilo. E para aceitar que a pedofilia reside em cada um de nós", acrescentou ela.

A carta causou ultraje, incluindo Stefaan Sintobin, do partido populista Vlaams Belang, que exigiu que a cidade de Bruges terminasse sua relação com Lecompte e o ministro flamengo Matthias Diependaele, que declarou: "Não podemos tolerar ou normalizar a pedofilia de forma alguma, muito menos procurar desculpas".

O prefeito de Bruges, Dirk De fauw, respondeu às observações: "Nós não apoiamos, muito explicitamente, as declarações de Delphine Lecompte sobre pedofilia, e, portanto, queremos claramente nos distanciar disto".

Mas ele ainda disse que a cidade representava "o direito à liberdade de opinião e à liberdade artística".

A carta de acompanhamento de Lecompte reivindicou: "A vida da maioria dos pedófilos é um tormento triste, fatídico e solitário. A maioria dos pedófilos são completamente inofensivos e não estupram crianças. Eles merecem misericórdia, gentileza e graça. Compreensão e ajuda profissional".

Os apelos à normalização da pedofilia se tornaram mais comuns nos círculos progressistas; os artigos de Salão escritos por "pedófilo virtuoso" Todd Nickerson, que escreveu sobre atração sexual a uma criança de cinco anos.

Em 2018, Neon Nettle informou sobre um orador em um evento do TEDx Ted Talks que chamou o público a aceitar os pedófilos como eles são, alegando que os adultos que querem violar crianças são "naturais".

O conferencista da organização TED causou indignação depois de rebentar com aqueles que desaprovam a pedofilia como "imaturos", alegando que "a percepção pública dos pedófilos deve mudar".

Em resposta à reação, a organização TED tentou encobrir a controvertida palestra, que apresentou um estudante alemão de medicina da Universidade de Würzburg em uma palestra intitulada "Por que nossa percepção da pedofilia tem que mudar".


Busca


Terça-feira, 21 de Setembro de 2021




Acessos








Mulher Vestida de Sol