‹ voltar



11 de Abril de 2000 - Vencei Minha Justiça com vossa mudança sincera.

Mensagem de Deus Pai.

 

Filhinhos Meus, Eu Sou vosso Deus. Eu Sou o Alfa e o Ômega, os que estão comigo em breve encontrarão a satisfação por haver confiado em Mim. Os que estão contra Mim, receberão o castigo ganho por seu livre e soberbo erro, já que de Mim só saiu amor, compaixão, ajuda e desejo perene de devolver Meus filhos ao Reino Celestial.

A hora em que as trombetas soarão para todo o gênero humano já está às portas. Em breve, quando ninguém assim o esperar, o Filho do Homem há de regressar, cercado de toda a Sua Glória, para julgar os vivos e os mortos. Muito Amor, todo o Sangue de Meu Filho, Minha Misericórdia, Minha Paciência Divina, Minha Graça, tudo foi derramado buscando vosso abandono à Minha Vontade, vossa humildade e o arrependimento de vossos pecados. Poucos são os que escutaram e, menos ainda os que aceitaram Meu chamado à conversão.

Os Céus se abrirão e todo olho verá Meu Filho sentado em Seu Trono cheio de Glória. As trobetas angelicais avisarão aos quatro ventos, e toda alma sobre a Terra se dará conta da Presença Divina de Meu Ser, em Meu Filho.

Toda criatura reconhecerá seu Deus e todo joelho se dobrará. Por um lado haverá prantos e lamentos; por outro, agradecimentos e aleluias. Por fim, o Filho do Homem virá reclamar do príncipe deste mundo o que a Ele pertence. Arrebatar-lhe-á as almas que pertencem ao Céu e lhe cederá todas aquelas que, afastadas de Minha Graça por vontade própria, mesmo nestes momentos estarão me maldizendo.

Muitas outras almas, pertencendo a outras ideologias, reconhecerão em Meu Filho, o Salvador, que já havia deixado Seu Amor no meio de seu coração, e assim Meu Povo se unificará em um só pensamento e em uma só Palavra, a Minha. Meu povo voltará a Me reconhecer como seu Criador e a Meu Filho como seu Redentor.

O joio será queimado no fogo eterno. Os anjos maus levarão consigo as suas presas; almas que apesar de Me terem tido, depois de Me terem escutado em inúmeras ocasiões, almas que tiveram muitas oportunidades dadas por Mim ao longo de suas vidas, não quiseram escutar Minha Voz, Minhas Leis; almas que preferiram viver segundo o mundo e suas leis perversas, atacando a seu próximo, atacando Minha Obra, atacando Minha Igreja, atacando tudo que é Meu. O fogo lhes fará entender, demasiado tarde, o que Meu Amor, com doçura e paciência, lhes quis ensinar.

Filhinhos Meus, não Me considereis um Deus vingativo. Sou um Deus de Amor que busco as almas perdidas até se esgotar toda esperança e toda possibilidade, e sempre respeitando vossa liberdade. As almas que se condenam, elas mesmas escolheram, com a mesma liberdade, atacar-Me, negar-Me, blasfemar-Me, atraiçoar-Me. São almas perversas que se decidiram a não apenas destruir sua própria alma, mas que, por muitos meios, também trataram de destruir a de todos vós.

A diferença entre salvação e perdição eterna reside no fato de que muitos de vós, apesar de terdes caído em pecado ou nos caminhos do mundo por um tempo, tivestes HUMILDADE suficiente que vos levou a um  sincero arrependimento por saberdes que estáveis afetando Meu Coração Amantíssimo e Misericordioso.

Eles, os perversos, apesar de saberem disso, divertem-se em tirar almas de Mim para entregá-las nas garras do maligno. Eles mesmos, em total liberdade, se tornaram, se consagraram como instrumentos do maligno, e assim, como ele o deseja, também eles desejaram pôr um fim à Minha Divina Obra de Salvação e Redenção de todo o gênero humano.

Eu não condeno, filhinhos Meus, Eu apenas julgo vossas  obras vividas e operadas segundo vossa livre vontade. Já vos disse Meu Filho Jesus Cristo: ou sois Meus ou estais contra Mim, não há outro modo, e dessa mesma forma será vossa recompensa eterna. Os Meus, para o Céu; os do mal, para seu reino de dor eterna. Magoa-Me infinitamente, filhinhos Meus, perder uma alma, assim como um pai ou uma mãe sofre terrivelmente com a perda de um filho, mesmo que a criança tenha sido muito má. Eu, em Minha infinita sensibilidade amorosa, sofro muito mais pelas almas que se perdem, e sabei que muitas delas se perdem pela falta de oração dos Meus, de vós, Meus filhinhos.

Muito podeis fazer ainda, Meus pequenos, para Me dar almas, para interceder por sua salvação eterna. Estes tempos, que já estão envoltos em dor e tristeza, voltarão, mas não os tomeis como castigo, tomai-os, por favor, como meio de purificação para essa grande quantidade  de almas que, afastadas da Minha Graça por si mesmas, chafurdam no pecado e já são quase presas da perdição eterna.

Eu lutarei para recuperar a todos vós até o fim. Todos vós fostes criados por amor e Me custastes muito por vossa redenção, portanto, não descansarei até que tenha salvado até a última alma que tanto desejei.

Regressai a Mim, Meus pequenos; o tempo que resta é muito curto para vossa conversão. As trombetas logo soarão, o tempo terminará e Meu Tempo Eterno começará para aqueles que Me foram fiéis até o final.

Tendes tudo, filhinhos meus, para regressar a Mim. Não Me culpeis por vosso resultado final, se não foi favorável; culpai vossa tibieza ou vossa maldade por vossa recompensa eterna. Vós tivestes as palavras e os ensinamentos de Meu Filho; tivestes as aparições insistentes de Minha Filha, a Sempre Virgem Maria, recordando-vos das Palavras de Meu Filho; tivestes Meus avisos através de Meus Profetas passados e atuais; tendes Minha Graça e Meu Perdão.

Vós tendes em vosso coração Minhas Leis e Preceitos, e baseados neles, vós também castigais ou premiais na Terra a vossos semelhantes, embora useis vossa liberdade, muitas vezes, arbitrariamente. Eu usarei de Minha Liberdade e de Minha Justiça para dar-vos o que vós mereçais, e serei justo, o que a maioria de vós não sois nem fostes.

Filhinhos Meus, as horas tristes das trevas se aproximam. Vocês vivereis a paixão, morte e ressurreição de Minha Igreja e de Minha Espiritualidade no mundo, e ao final, vós mesmos vos julgareis diante de Mim, vosso Deus.

Aproveitai-vos agora de Minha Misericórdia. Vencei Minha Justiça com vossa mudança sincera e com vossas boas obras saídas de vosso coração humilde e amoroso, e regressai a Mim com muitas, muitas almas que resgatastes por meio de vossa oração e obras de intercessão, para Me dar contentamento, para agradar a vosso Deus, Que vos agradecerá infinitamente por toda a Eternidade.

Abençôo-vos em Meu Santo Nome, em Nome de Meu Filho Jesus Cristo, Salvador e Redentor, e em Nome de Meu Santo Espírito, Glória de Amor no Céu.

Fonte: https://sagradoscorazones.wixsite.com/apostolado/2000

Busca


Sábado, 28 de Maio de 2022




Acessos








Mulher Vestida de Sol