‹ voltar



Você já pensou nas consequências de ignorar e desprezar os alertas amorosos, misericordiosos e gratuitos do Bom Deus?

 

“Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça. ” (Tim. 3, 16)

 

A humanidade de hoje que vive ignorando a existência, os desígnios e o amor de seu DEUS, em sua incessante busca de uma felicidade plena alicerçada unicamente no bem-estar físico e material, se ilude, porque mal sabe ela que isto é impossível. Como ser plenamente feliz, ignorando O Criador de todas as coisas, visíveis e invisíveis? O Doador de nossas vidas? O Sopro de nossas almas?

Na verdade, a vida neste mundo é influenciada diretamente por dois extremos: o Bem e o mal! Não existe um terceiro agente, nem muito menos “zonas neutras”... Se você vive a vida buscando e procurando ser fiel ao seu DEUS, o mal vai fustigá-lo, pois é da sua natureza maligna agir assim, mas não irá derrotá-lo, porque nosso Bom DEUS zela 24 horas pelos seus fiéis. Agora, se viver ignorando a DEUS e seus desígnios, o mal, sem avisar, irá fazer uma aproximação sorrateira e terminará por envolvê-lo em suas teias, com suas inspirações más e cruéis que visam infernizar a sua vida e a de todos de sua convivência, para no final de sua vida jogar a sua preciosa alma no inferno.

Nestas últimas décadas, têm aumentado em todo o mundo, as manifestações particulares do Céu, através de Aparições de Nossa Senhora e de Locuções interiores da Santíssima Trindade. Em todas elas, é unânime a exortação para uma urgente conversão, em preparação para a Grande Tribulação que se avizinha, antecedida por uma terrível, e nunca antes vivida, apostasia; que não poupará nem a própria Igreja de CRISTO. Tudo isto está claro e detalhado na Sagrada Escritura. Os alertas Celestes também acontecem para situar e detalhar os Livros, capítulos e versículos onde podemos encontrar os fatos presentes e futuros que nos preparam para a Segunda Vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo em Sua Jerusalém Celeste.

Lamentavelmente, a grande maioria da humanidade continua ignorando ou desdenhando, porque assim decidiram em seus corações, dos misericordiosos alertas de DEUS para Seus filhos. No entanto, o amor de DEUS é infinitamente maior do que a incredulidade e a ingratidão de Seu povo. Muitos se tornaram descrentes em relação às Profecias dos últimos séculos, após a Santíssima Trindade ter nos dado mais algum tempo, depois do ano 2000, para a Segunda Vinda de Jesus, na intenção de que mais pessoas tomassem conhecimento do tempo derradeiro em que vivemos, e se convertessem.

Infelizmente essa dificuldade de aceitação das Revelações particulares se inicia dentro da própria hierarquia da Igreja (com raríssimas exceções...). E esse comportamento não é de hoje, sempre foi assim. Recordemos das Aparições em Fátima, o quanto as crianças foram perseguidas, até não ser mais possível esconder toda a verdade, devido aos portentosos Sinais do Céu. Através de um discurso de prudência, o que seria muito salutar, muitos irresponsavelmente se valem desse expediente para abafar e até deixar cair no esquecimento, essa ação amorosa e misericordiosa do Bom DEUS para com Seus filhos. Por que agiriam assim, quando a boa-fé indica que essas Manifestações deveriam ser encaradas com responsabilidade e profundidade, por tudo que exortam e alertam?

Seria temor de perder a palavra final, a conceituação final?

Ou não querer tornar reconhecidamente público os erros apontados pelo Céu?

Uma coisa é certa: O Céu não joga palavras fora, nem se manifesta para aplausos. Quando o Bom DEUS se manifesta para a humanidade é para CORREÇÃO (apontando os desvios) e exortação.

 

“O que despreza a palavra perecerá, mas o que teme o mandamento será galardoado.” (Provérbios 13, 13)   

 

Agora, quando você toma conhecimento de uma Aparição de Nossa Senhora, ou de uma Locução interior da Santíssima Trindade, verdadeiras, mas que ainda não foram reconhecidas pela alta hierarquia da Igreja, e tem dificuldade para aceitar, porque não está disposto a mudar de vida e começar uma forte conversão, e leva esse fato ao conhecimento de um eclesiástico (que não aceita esse tipo de Revelação), esse poderá aconselhá-lo a deixar de lado essa Mensagem autêntica... Você seguindo CEGAMENTE a orientação dele (até porque é mais cômodo...), acredita que estará se eximindo de toda e qualquer responsabilidade e consequências para você e sua família? Creia, não estará, pois os alertas de DEUS são muito GRAVES, visto que visam defender Seus filhos de ciladas presentes e futuras dos demônios e de seus serviçais.

 

“Vistes muitas coisas sem lhes dar atenção, tivestes os ouvidos abertos sem escutar.” (Is. 42, 20)

 

Para exemplificar a gravidade do que afirmamos acima, vamos retornar ao princípio do cristianismo:

No tempo da Encarnação do Verbo, qual era a religião de DEUS na face da Terra? O Judaísmo. E o Vaticano da época? O Sinédrio.

No entanto, o Pai envia o Nosso Salvador e Redentor Jesus Cristo para nascer em uma família simples e humilde que não pertencia a aristocracia eclesiástica do Sinédrio. E essa mesma “casta” persegue o Filho Unigênito desde o nascimento até forçar os romanos a crucificá-Lo. Se um fiel seguidor do Judaísmo e por extensão do Sinédrio decidiu seguir CEGAMENTE as orientações oficiais dos altos eclesiásticos do Sinédrio, qual foi o terrível desatino que cometeu? Apoiou a morte do Filho Unigênito do Pai, o Salvador e Redentor da humanidade...

Vejam a gravidade de seguir CEGAMENTE opiniões e orientações, venham de onde vier, sem uma devida e aprofundada análise, principalmente quando se está questionando uma Mensagem Celeste, uma Profecia...

Orai e vigiai, pois vivemos tempos decisivos e definitivos. Vós tendes sido alertados pelo PAI Eterno, por Nosso Senhor Jesus Cristo, Nossa Senhora e São Miguel Arcanjo. Amorosos, misericordiosos, humildes, gratuitos, justos, fiéis, e que buscam salvar a todos os Seus amados na Tribulação final que se aproxima. No entanto, respeitando sempre o livre arbítrio que o Bom DEUS concedeu a todos nós!  

 

“Não extingais o Espírito. Não desprezeis as profecias. Examinai tudo: abraçai o que é bom. Guardai-vos de toda espécie de mal. ” (1 Tessalonicenses 5, 19-22)


Busca


Sexta-feira, 08 de Dezembro de 2023










Mulher Vestida de Sol