‹ voltar



26 de Maio - Nossa Senhora de Caravaggio

n/d

Nossa Senhora apareceu em 26 de Maio de 1432 a Giannetta Vacchi (também citada como Giannetta Varoli, que é o sobrenome de seu marido) na cidade de Caravaggio (Itália), para revelar ao mundo o que segue:

1) Sua intercessão diante do Trono de Deus em favor dos homens iníquos cobertos de pecados, para afastar deles a punição divina;

2) A Ira de Deus sendo aplacada por meio de Suas súplicas;

3) O Seu pedido a todos nós para que, em reconhecimento e gratidão por tal benefício, jejuassemos na sexta-feira a pão e água, e, em Sua honra, festejassemos o sábado desde a véspera.

 

“Ouve atentamente, filha: o mundo, com suas iniquidades, havia excitado a cólera do céu. O meu divino Filho queria punir severamente esses homens iníquos cobertos de pecados, mas eu intercedi pelos míseros pecadores com insistentes súplicas, e finalmente Deus se aplacou. Vai, portanto, comunicar a todos que, por causa desse assinalado benefício de meu divino Filho, devem jejuar numa sexta-feira a pão e água, e, em minha honra, festejar o sábado desde a véspera. Eu reclamo isto como uma prova de gratidão dos homens pela singularíssima graça que para eles obtive. Vai, filha, e manifesta a todos a minha vontade”.

 

A mensagem de Nossa Senhora de Caravaggio não deve ser esquecida. Hoje mais do que antes, o mundo necessita da intercessão e da ajuda da Mãe de Deus em razão de que as iniquidades cometidas atualmente extrapolam em número e grau aquelas que, em 1432 e anos anteriores, excitaram a cólera do Céu.

Portanto, o reconhecimento do povo de Deus para tamanha graça recebida deve ser traduzido acatando e realizando o pedido da Santíssima Virgem.

 

Para saber mais detalhes desta aparição de Nossa Senhora, CLIQUE AQUI 


Busca


Sábado, 22 de Junho de 2024










Mulher Vestida de Sol