‹ voltar



Máquinas podem ser infestadas por demônios?

Por Kennedy Hall

 

Fantasma profano na máquina?

É possível que os demônios se infiltrem nos zeros e uns que compõem os códigos que geram nossas imagens e vídeos?

Uma entrevista entre o apresentador do Catholic Daily Wire, Michael Knowles, e o exorcista Pe. Dan Reehil está circulando por aí e é bastante fascinante. Como em todas as entrevistas com exorcistas, Reehil contou a Knowles algumas das histórias habituais que se espera ouvir durante uma conversa com um exorcista.

Anedotas de mulheres minúsculas demonstrando força sobrenatural e pessoas possuídas falando em línguas antigas foram compartilhadas, e o Pe. Reehil deu uma série de conselhos sobre como evitar a influência demoníaca.

O episódio é intitulado "I saw her crawl up the wall" (Eu a vi rastejar pela parede), que é uma referência a uma das histórias que ele contou sobre uma mulher que literalmente escalou a parede como um lagarto durante uma conferência de libertação espiritual. Deve-se observar que a conferência não contou com a presença de praticantes de parkour ou Jackie Chan.

É claro que, se você já ouviu entrevistas com exorcistas, provavelmente já ouviu histórias como essas. E, se esse for o caso, pode parecer um pouco "notícia velha".

Cerca de 30 minutos após o início da entrevista, os dois compartilharam histórias sobre supostos casos de demônios, ou pelo menos de entidades inspiradas em demônios, que falam ou usam IA (inteligência artificial) para assustar ou influenciar os usuários.

Knowles contou a Reehil sobre um famoso "demônio de IA" que tem reaparecido repetidamente para usuários em todo o mundo. Parece que, aparentemente do nada, um demônio feminino chamado Loab tem assustado os usuários, dizendo coisas horríveis e produzindo imagens indescritivelmente hediondas.

O Pe. Reehil contou a Knowles sobre um vídeo do TikTok que se tornou viral, no qual um aparente demônio de IA disse a um usuário que ele era um Nefilim e filho de Satanás.

Será que tudo isso pode ser uma farsa elaborada? Claro, é possível, mas podemos pelo menos contar isso como mais um motivo para não usar o TikTok; você sabe, além dos 50 zilhões de outros motivos para não usar.

Devemos considerar o que significaria se os demônios pudessem falar por meio da IA, seja por meio do ChatGPT - ou do Chat C3PO, nunca sei dizer - e se isso é mesmo possível.

Primeiro, devemos considerar se os mecanismos de IA podem ser considerados candidatos a qualquer tipo de infestação demoníaca.

De acordo com uma publicação útil do site Catholic Answers sobre como os demônios podem se ligar a um objeto, parece que a infestação demoníaca de coisas ou lugares materiais é, de fato, possível.

O autor da postagem, o apologista Tom Nash, escreveu: "Somente pessoas podem ser possuídas por demônios. Mas objetos inanimados podem ser controlados negativamente por meio de maldições".

Ele continuou citando um recurso sobre assombrações, possessões e exorcismos e acrescentou:

Uma maldição é simplesmente um demônio enviado para fazer algum mal... Objetos amaldiçoados são objetos que receberam o oposto de uma bênção. Em vez de a graça ser anexada a um objeto para torná-lo santo, um demônio foi anexado ao objeto para torná-lo associado ao mal.

"Com a permissão daquele que tem direitos sobre um objeto, um demônio se liga ao objeto e inflige danos por meio dele", continuou.

Isso provavelmente é fácil de entender para a maioria dos católicos, já que devemos entender que os padres fazem orações de exorcismo sobre a água para fazer a Água Benta, bem como óleos, velas e casas quando fazem bênçãos domésticas ou exorcismos.

Mas será que isso se aplica à IA?

Bem, acho que é possível.

Digo isso porque a Internet e, por extensão, outras atividades de computação, como a IA, são coisas físicas. É claro que captamos nossos sinais de Wi-Fi de forma invisível, mas esse sinal não é um truque de mágica etéreo como a telepatia. Existem ondas e frequências que podem ser medidas e captadas, e elas operam dentro dos limites físicos do espaço. Além disso, sabemos que certos cômodos com paredes grossas de cimento ou pedra costumam ser barreiras para sinais que não conseguem atravessá-las facilmente.

Não entendo os mecanismos internos de como os sinais da Internet funcionam, mas conheço um pouco sobre tecnologia de som e sabemos que o som é criado a partir de uma fonte física e é medido por instrumentos materiais.

Além disso, a Internet não começa no éter, mas vem de servidores materiais com fio que estão ligados a coisas físicas, alimentados por eletricidade e dependentes de supercomputadores. Portanto, mesmo que duvidemos que algo demoníaco possa passar pelo Wi-Fi, teremos de admitir que os objetos que produzem a atividade da Internet podem ser amaldiçoados e que um demônio pode se ligar a eles e causar danos por meio deles.

É possível que os demônios se infiltrem nos zeros e uns que compõem os códigos que geram nossas imagens e vídeos? Pessoalmente, devo pelo menos considerar a possibilidade de que isso possa ser verdade.

Agora, antes que percamos a calma e comecemos a jogar fora todos os nossos dispositivos e a gritar orações de guerra espiritual enquanto incendiamos nossos smartphones - o que pode não ser uma má ideia para algumas pessoas - também não devemos ficar obcecados com coisas demoníacas.

Por um lado, devemos ser diligentes e cuidadosos com a influência demoníaca. Mas, por outro lado, não devemos viver em um estado de medo ou paranoia extrema e ver a influência demoníaca como um estudante do ensino fundamental vê os piolhos ou como um democrata vê a Covid.

O Pe. Reehil explicou na entrevista que a obsessão com o demoníaco não é uma coisa boa; e, ironicamente, se alguém temesse continuamente o demoníaco de uma forma que causasse medo e ansiedade, isso seria uma vitória para os demônios.

A Igreja reconhece que a infestação demoníaca é possível até mesmo para crianças, e é por isso que os padres tradicionalmente fazem orações de exorcismo sobre os bebês quando eles são batizados. Mas, após o batismo, os pais não devem deixar a Igreja com seus filhos em um plástico-bolha espiritual, como se os demônios pudessem voltar a entrar a qualquer momento.

Uma vida de sacramentos e orações é uma maneira perfeitamente adequada de evitar apertos de mão com um Nefilim.

Dada a proximidade do Dia de São Patrício, seria bom considerarmos o grande santo e como ele operava entre os druidas megademônicos.

Se analisarmos sua oração Couraça, veremos que ela contém versos sobre guerra espiritual - e mais do que os famosos versos "Cristo à minha frente, Cristo atrás de mim".

Na oração, encontramos:

Eu invoco hoje

Todos esses poderes entre mim e aqueles malignos,

Contra todo poder cruel e impiedoso que possa se opor ao meu corpo e à minha alma,

Contra encantamentos de falsos profetas,

Contra as leis negras do paganismo,

Contra as falsas leis dos hereges,

Contra a arte da idolatria,

Contra feitiços de bruxas, feiticeiros e magos,

Contra todo conhecimento que corrompe o corpo e a alma do homem

São Patrício sabia que havia literalmente feiticeiros e bruxas lançando feitiços contra ele durante seu trabalho missionário, mas ele entendeu corretamente que a "força poderosa, a invocação da Trindade" era suficiente para repelir qualquer demônio.

Patrício não é o santo padroeiro da Internet, mas invocar sua sabedoria se nos depararmos com o Chat C3PO pode não ser uma má ideia.

 

Publicado em 10 Março 2023
Título original: Unholy Ghost in the Machine?
Fonte: https://crisismagazine.com/opinion/unholy-ghost-in-the-machine

Busca


Domingo, 21 de Julho de 2024










Mulher Vestida de Sol