‹ voltar



3 conselhos de Santa Faustina para fazer uma boa confissão

 

Neste tempo propício da Quaresma, em que buscamos purificar nossos corações e nos reconciliar com Deus, os ensinamentos de Santa Faustina sobre a confissão ressoam de maneira especial.
No Diário de Santa Faustina, especificamente no número 113, encontramos três conselhos fundamentais para fazer uma boa confissão. Na verdade, são três virtudes cristãs essenciais que podem nos orientar no caminho da verdadeira conversão e renovação espiritual. Confira quais são:

Sinceridade e Abertura

Santa Faustina nos lembra da importância da sinceridade e abertura durante o sacramento da confissão. Não importa quão santo ou sábio seja o confessor, se não estivermos dispostos a ser sinceros e abertos sobre nossos pecados, não poderemos receber plenamente a graça do perdão. Uma alma insincera e reticente corre o risco de permanecer distante da misericórdia divina, incapaz de aproveitar as graças especiais que Deus deseja conceder.

Humildade

A humildade é outra virtude fundamental destacada por Santa Faustina. Ela nos adverte que o orgulho pode obscurecer nossa visão espiritual e nos impedir de reconhecer nossa própria miséria e necessidade de perdão. Somente ao nos humilharmos diante de Deus e reconhecermos nossas fraquezas é que podemos verdadeiramente nos abrir para receber Sua misericórdia e graça transformadora.

Obediência

Por fim, Santa Faustina ressalta a importância da obediência na vida espiritual e no sacramento da confissão. Uma alma desobediente, que se recusa a seguir os mandamentos de Deus e a orientação da Igreja, encontrará dificuldades em progredir no caminho da santidade. A obediência é o caminho para a verdadeira liberdade espiritual e para uma vida de intimidade com Deus.

 

Sigamos os sábios conselhos de Santa Faustina, cultivando a sinceridade, humildade e obediência em nossas vidas, com a certeza de que o padre só está ali como representante do próprio Cristo.

“Minha filha, conta-lhe tudo e desvenda tua alma diante dele, como o fazes diante de Mim. Nada receies; para a tua tranquilidade, coloco esse sacerdote entre Mim e a tua alma, e as palavras que ele te disser — são Minhas. Desvenda diante dele as coisas mais ocultas que tens na alma. Eu lhe concederei luzes para que conheça a tua alma.” (D. 232)

Visto em: https://misericordia.org.br/formacoes/conselhos-para-fazer-uma-boa-confissao/

Busca


Terça-feira, 23 de Abril de 2024










Mulher Vestida de Sol