‹ voltar

'Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.' (1 João 3, 8)


Missas Negras - invocação e adoração ao demônio

 

Antes de apresentar o artigo propriamente dito, permita-nos esclarecer que um dos motivos de trazermos este texto ao site (assim como os demais nesta coluna denominada ‘Satanismo no mundo’) é para dar a conhecer o que existe de maligno no mundo (NUMA GUERRA, DEVEMOS CONHECER NOSSO INIMIGO!) e fazer as pessoas se darem conta da ação do mal da forma como vem sendo realizada, ou seja, de forma atuante, cheia de blasfêmia, audaciosa, cruel, desafiadora e afrontadora às Leis do Altíssimo e à natureza criada por Deus. E, de posse destas informações, se acautelarem e buscarem armas espirituais para o combate com o mal. 

Uma Missa Negra é um culto ao demônio sob a forma cerimonial, e ela poderá variar no formato, devido ao local e ao povo que a pratica, mas a essência e a proposta serão as mesmas: render culto a satanás, invocando-o e adorando-o, e aprisionar as almas dos homens que ali estão, junto ao demônio, tornando-as propriedade dele. 

Só a participação em um destes encontros já constitui comprometimento de alma, quanto mais ainda receber sangue na cabeça, que é visto como um batismo satânico, e forma um laço demoníaco da pessoa com os poderes do mal.    

Uma Missa Negra não é brincadeira, não pense em participar, nem por curiosidade, pois a sua simples presença ali poderá leva-lo inapelavelmente à condenação eterna.

Por isto, tudo que aqui será divulgado tem por única finalidade alertar os leitores para a malignidade das ações do inimigo, e todas elas estão vindo à tona para, sendo conhecidas, serem por nós rejeitadas e combatidas, pois lutamos ao lado dos exércitos celestiais a serviço de Nosso Senhor Jesus Cristo.     

 

 

Vamos à reportagem:

 

Missas Negras – invocação e adoração ao demônio

n/d

‘O sangue bombeado a partir de um coração ainda batendo é a forma mais pura de energia’.  Dentro de uma terrível Missa Negra satanista mexicana, com sacrifícios vivos que chocaram turistas indignados

 

Turistas horrorizados falaram de seu choque e desgosto após participarem de uma Missa Negra de adoração ao diabo, no México. Eles viram como frangos e cabras foram sacrificados antes de seu sangue fresco ser derramado sobre os participantes, que comprometeram suas almas a Satanás. No culto anual da ‘Missa Negra’, no estado mexicano de Veracruz, pessoas de todo o mundo vão buscar a mudança em suas vidas, participando da adoração ao diabo. Adoradores fazem sacrifício brutal de animais, dançam ante pentagramas incendiados e desaparecem em uma caverna subterrânea onde juramentos solenes são feitos diante de uma grande estátua do diabo e uma comissão de xamãs.

n/d

‘Eles não estavam apenas sacrificando aqueles animais, mas eles estavam torturando-os em primeiro lugar’, disse Randall Sullivan, visivelmente abalado com o que tinha presenciado. ‘Parece como se a dor e o sofrimento são parte da experiência, e não há dúvida de que há um poder escuro no sacrifício de sangue. O próximo passo seria o sacrifício humano’, disse o americano ao  MailOnline, ‘e eu francamente acho que essas pessoas têm feito isso’.

‘Era nojento’, disse chocada Michelle Gomez seguindo o ritual macabro. ‘O fato de que eles fizeram isso com um animal indefeso é repugnante, e me faz sentir medo sobre o que eles poderiam fazer com a finalidade de verem o diabo '. Michelle, que veio de Austin, Texas, estava na cerimônia em uma tentativa de melhorar seus próprios poderes psíquicos, que ela afirma terem lhe ajudado a localizar as almas de mais de cem vítimas de sequestro. 'Ele me fez sentir medo por mim ao pensar que eu testemunhei tudo isso. Eles precisam parar estes rituais’, ela disse com lágrimas nos olhos ao lado de um pentagrama ardente que os satanistas tinham usado para chamar Belzebu. 'Se eles podem matar um animal em nome de purificação, quais outros atos eles fariam?'

A cidade à beira do lago de Catemaco na Costa do Golfo do México é um destino para muitos dos peregrinos que vêm em busca de experiências espirituais. Enrique Vernon organiza a missa anual em uma grande cerimônia em suas terras na White Monkey Mountain, a oeste da cidade. ‘Nossa magia negra deriva da cultura nativa americana Olmeca, e nós somos especialistas em invocar o diabo e seu poder negro’, disse o chefe xamã Enrique Verdon, que usa um tamanduá morto sobre a sua cabeça. 

n/d

'As pessoas vêm para nossas cerimônias de invocação do diabo quando querem conseguir uma mudança em suas vidas’, disse ele ao MailOnline em seu escritório decorado com figuras do esqueleto Santa Morte, pentagramas e peles de animais exóticos. 'Alguns vêm pedir a Satanás para dar-lhes sucesso no futuro, outros vêm para superar seus passados ​​difíceis.’

‘Nosso casamento está falindo, e isso (a cerimônia) é algo em que ambos acreditamos', disse Alejandro Montes, pouco antes de ele e sua esposa serem manchados em seus rostos com o sangue de um bode sacrificado, numa tentativa de salvar seu relacionamento. O par tinha viajado para Catemaco de Monterrey, no norte do México, a fim de prometer suas almas a Satanás em troca de um casamento feliz. ‘Nós já tentamos de tudo e este é o nosso último recurso’, disse Alejandro, cujo caso extraconjugal tinha esticado a sua união. ‘Eu estou disposto a colocar minha alma na linha para provar o meu compromisso.’

Um total de oito pessoas realizaram o ritual na semana passada. Muitas testemunhas estavam presentes na cerimônia, incluindo um número de turistas internacionais que vieram para o México especificamente para testemunhar a Missa Negra. Randall Sullivan, um visitante de Portland, Oregon, tinha ouvido falar do evento através de seu envolvimento nos círculos espiritualistas, e tinha vindo para testemunhar o espetáculo. ‘Eu quero saber como esses xamãs trabalham sua mágica’, disse ele antes da cerimônia.

n/d

"É algo muito místico", disse Samuel Casella, um turista italiano de Milão. "Espero ver algo incrível esta noite". Um total de oito sacerdotes satânicos tinham vindo de todo o México para realizar a cerimônia abaixo de uma lua cheia. ‘Somos todos indivíduos poderosos. Alguns são curandeiros, outros são destruidores’, disse Joyri Ra, um adorador do diabo do sul do México que usa um colar feito de ossos de dedos humanos. ‘Hoje à noite nós estaremos abrindo o portal para outra dimensão para que aqueles que pedem para se comunicar com Satanás sejam ouvidos’.

A cerimônia começou com um grupo de adolescentes, todas vestidas com roupa interior preta, carregando as ofertas de sacrifício aterrorizadas ao longo de um caminho à luz de velas para o altar principal: uma fonte preenchida com a queima de carvão vegetal no qual os xamãs jogariam punhados de ervas podres. 

n/d

‘As meninas devem ser virgens, e estar mentalmente e fisicamente puras’, disse Roselia Belli, uma ‘bruxa negra' que usa o tabaco forte e gritos penetrantes em suas próprias cerimônias de exorcismo, para os quais ela cobra dos clientes mais de £ 200 por hora.

Aqueles que tinham vindo para pleitear seus casos a Satanás foram chamados para a frente e foi ordenado a eles se ajoelharem diante dos xamãs chefes, que torciam e removiam o pescoço das galinhas antes de derramarem o sangue da cabeça das aves ‘ao longo dos penitentes ajoelhados’.

n/d

n/d

‘O sangue bombeado a partir de um coração ainda batendo é a forma mais pura de energia’, disse o chefe xamã Enrique Verdon à multidão horrorizada. 'Estes animais têm que morrer para que possamos continuar o nosso trabalho espiritual.' 

n/d

‘O sangue deles será oferecido para os poderes das trevas', disse ele, envolto pela fumaça espessa que ondeava para fora do altar de fogo sobre o qual as galinhas decapitadas foram colocadas sangrando. ‘Estamos apelando para Satanás, o príncipe da Terra, para aparecer diante de nós'.

O sacrifício de animais para exibição foi proibido no estado de Veracruz, mas, no entanto, ainda é amplamente praticado nas comunidades de adoradores do diabo das áreas rurais onde esta cerimônia teve lugar. ‘Há pouca coisa que podemos fazer para impedi-los', disse Arturo Bermudez Zaruta, o chefe de polícia de estado de Veracruz ao MailOnline em entrevista por telefone no dia seguinte. ‘Se essas pessoas querem fazer exibições de animais sendo cruelmente assassinados, eles vão fazê-lo seja legal ou não’.

‘Este sangue sagrado nos dá a energia e poder espiritual, precisamos fazer a nossa magia negra’, disse Enrique Verdon, quando ele cortou a garganta da oferta de sacrifício final: uma cabra gritando cujo sangue foi coletado em um frasco de bronze para ser passado ao redor. ‘Encorajamos os nossos visitantes a tomarem este sangue, bombeado de um coração ainda batendo, e esfregarem-no em sua pele em nome da pureza’.

n/d

No total, oito animais foram sacrificados durante o ritual. Na continuidade dos sacrifícios, os xamãs estavam diante de um grande pentagrama em chamas e tentando chamar o diabo através de seus cantos, antes de descerem com os novos adeptos da missa negra para uma caverna subterrânea decorada com cruzes invertidas, carcaças de animais e uma grande estátua de Satanás, com um pênis ereto.

n/d

 Os oito xamãs se reuniram em volta de cada penitente individual que fizeram juramentos no sentido de que a sua alma agora pertencia a Satanás, e que, se as suas promessas para o diabo não fossem confirmadas, em seguida, seu espírito se perderia. 

n/d

A comissão dos xamãs gritava 'Ave Lucifer!' após cada novo juramento e prostraram-se diante da estátua, sobre o qual o sangue restante das ofertas de sacrifício tinha sido derramado.

‘Se você não cumprir suas promessas para com Satanás ele vai tirar tudo de você’, pregou Joyri Ra quando ele limpou o sangue sacrificial da estátua para a testa de Alejandro Montes. ‘Você está assumindo uma grave maldição escura.’ ‘Eu me senti aterrorizado durante todo o processo’, disse Alejandro, que assumiu juramentos de ligação de alma perante os xamãs e a estátua do diabo, de que ele não seria infiel a sua esposa novamente. ‘Mas agora que está feito eu me sinto forte. Eu acredito que as coisas vão melhorar agora'. Sua esposa, Gloria Espina, não quis ser entrevistada.

O culto das missas negras dedicadas à adoração ao diabo começou em 1970. Realizada na primeira sexta-feira de março, elas cresceram tanto em notoriedade quanto em popularidade nos 45 anos seguintes.

 

 

'Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.
Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós.

Limpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações.
Senti as vossas misérias, e lamentai e chorai;

converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza.
Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará
.'

(Tiago 4, 7-10)
 



Fonte: http://www.dailymail.co.uk/news/article-2986101/The-blood-pumped-beating-heart-purest-form-energy-Inside-horrific-Mexican-satanist-Black-Mass-shocked-disgusted-tourists-witnessing-dark-deals-devil.html  

 

 


Busca


Segunda-feira, 19 de Outubro de 2020







Acessos




Mulher Vestida de Sol