‹ voltar



Profanação na Igreja de Sant'Agata, em Caltanissetta, Sicília

 

Quatro jovens de vinte e poucos anos seriam responsáveis por graves profanações e roubos na igreja de Sant'Agata, no Colégio de Caltanissetta. A polícia estadual prendeu dois homens de 20 anos responsáveis pela incursão noturna na igreja e denunciou dois outros cúmplices: uma garota de 20 anos e um garoto de 24 anos.

As algemas foram apertadas nos pulsos de Salvatore Giannone, de 20 anos, e Alessi oPio Raul Naselli, de 25 anos, apanhadoS em flagrante delito de furto agravado em conspiração.

Esta noite, pouco antes das duas horas, uma patrulha do esquadrão móvel, engajada em serviços de controle territorial, interceptou os dois jovens que estavam se dirigindo para Largo Barile com um invólucro nas mãos. Uma vez que chegaram ao carro, à vista dos oficiais, fizeram uma fuga apressada pelas ruas da cidade velha.

Os agentes da equipe móvel partiram em sua busca observando que os fugitivos tinham descartado a embalagem recuperada contendo um broche de ouro, uma caixa de hóstias consagradas, um recipiente de óleo sagrado e numerosas moedas por um valor total de 161 euros.

Graças em parte às imagens das câmeras de videovigilância instaladas na área, os oficiais puderam reconstruir os eventos. Os dois presos, pouco antes da uma hora, depois de danificar a porta de entrada da biblioteca, invadiram a biblioteca, danificando uma máquina de venda de bebidas e lanches e roubando as moedas. Da mesma forma, eles danificaram a máquina de venda automática da escola de música adjacente e finalmente invadiram a igreja onde se abandonaram para invadir objetos sagrados no local de culto, para violar o santuário de vidro da Madona adormecida da qual retiraram um braço e roubaram o broche de ouro que fechava o manto. Também danificaram o altar, removendo a caixa das hóstias consagradas e o recipiente do óleo sagrado, danificaram e saquearam todos os castiçais da igreja, escondendo-os atrás de uma porta, provavelmente para voltar a buscá-los mais tarde.

Enquanto os dois presos saquearam e profanaram a igreja, os dois homens de fora agiram como estacas.

Os proprietários das empresas "Stima srl" e "Intorre vending", proprietários das máquinas de venda automática das quais o dinheiro foi roubado, decidiram doar os 161 euros recuperados ao pároco para devolver parcialmente os danos sofridos. Todo o material sagrado roubado foi felizmente encontrado e devolvido ao pároco. Os presos foram levados para a prisão de Caltanissetta onde permanecerão à disposição das autoridades judiciais.

Giannone, há apenas uma semana, havia sido preso por roubo agravado de duas máquinas de venda automática de bebidas e lanches localizadas na área externa de um centro comercial na capital.

n/d

Fonte: https://www.ecodisicilia.com/2020/09/22/caltanissetta-profanazione-nella-chiesa-di-santagata-al-collegio/

 


 

“Olho para a Terra e são tantos os Meus filhos que se dedicam a expressar o seu desamor para com Deus, fazendo gala da ignorância espiritual em que vivem e com grande frieza destroem imagens nos templos, cometem sacrilégios com a Eucaristia e seguem as suas vidas sem arrependimentos. É a rebelião do homem para com os Meus filhos prediletos, para com aqueles que pregam a Palavra de Meu Filho e não a cumprem na sua vida quotidiana, é a rebelião dos filhos sem Deus, daqueles que decidiram adorar o demônio. É a rebelião do homem que já recebeu o demônio e este os enxertou com o veneno do ódio a Deus. ESTA GERAÇÃO AFOGA-SE NA SUA CRISE MORAL E ESPIRITUAL, O HOMEM SEM DEUS É UM HOMEM SEM CONSCIÊNCIA, SEM MEDO.” (Virgem Maria a Luz de Maria, em 17-07-2017 – Para ler a mensagem na íntegra CLIQUE AQUI )


Busca


Terça-feira, 20 de Outubro de 2020







Acessos




Mulher Vestida de Sol